Gostou do artigo? Compartilhe!

Florais de Bach - como são preparadas e usadas as essências dos Florais de Bach

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que são florais de Bach?

Os Florais de Bach pertencem ao âmbito da chamada medicina alternativa. São uma forma de terapia complementar que envolve o uso de essências florais para tratar questões emocionais, mentais e espirituais.

Essa terapia foi desenvolvida pelo médico britânico Edward Bach, na década de 1920-1930. Bach acreditava que desequilíbrios emocionais e mentais eram a causa subjacente de muitas doenças físicas e que as essências das flores poderiam ajudar a restaurar o equilíbrio emocional, promovendo a cura.

Deve-se, contudo, ressaltar que os Florais de Bach não são considerados medicamentos no sentido tradicional e não são reconhecidos pela medicina convencional como tratamento médico. Eles são usados como uma abordagem holística para apoiar o bem-estar emocional e mental e apenas complementam os tratamentos convencionais ao fortalecerem a relação entre mente e corpo. Dessa forma, acredita-se que possam ajudar na prevenção de doenças ao equalizar questões emocionais relacionadas à personalidade.

Leia sobre “Homeopatia”, “Acupuntura”, "Medicina ortomolecular" e “Alimentação saudável”.

A especificidade de cada flor

Cada flor é considerada capaz de tratar uma emoção ou padrão de pensamento específico. Edward Bach identificou 38 diferentes flores, plantas e árvores, cada uma associada a um estado emocional ou mental específico. O objetivo é abordar esses desequilíbrios emocionais para promover o bem-estar e a saúde1 emocional. Assim, por exemplo:

  1. O choupo é indicado para ansiedades e medos vagos ou desconhecidos, bem como para pressentimentos ou apreensões inexplicáveis.
  2. A cerasífera é escolhida para aqueles que têm medo de perder o controle sobre seus próprios impulsos e comportamentos.
  3. A impaciência deve ser dada para pessoas impacientes, nervosas e irritáveis, que tendem ao imediatismo.
  4. O mímulo serve para medos conhecidos, como medo de altura, doença, escuro, etc.
  5. A rosa silvestre é utilizada para emergências ou situações de pânico, quando alguém está tomado pelo medo extremo.
  6. O larício deve ser indicado para falta de confiança em si mesmo, especialmente quando se enfrenta situações novas.
  7. O pinheiro seria bom para sentimento de culpa e autocondenação, quando alguém sente que é responsável por tudo de errado.
  8. A estrela de Belém é indicada para o choque2 emocional, trauma ou angústia após um evento traumático.
  9. A noz é usada para ajudar a proteger contra influências externas durante momentos de transição ou mudança.

Além disso, Bach também criou uma fórmula de emergência3 para ser usada em episódios agudos em que não há tempo para fazer uma seleção individual de florais. A fórmula mistura cinco florais diferentes: rosa Silvestre, para terror e medo paralisante; impaciência, para a falta de paciência; cereja, para medo de perder o controle; estrela de Belém, para pessoas em estado de choque2; e clematis, para pessoas que sonham demasiadamente com o futuro e esquecem-se do presente.

Como são preparadas as essências dos florais de Bach?

O processo de preparação das essências florais de Bach envolve os seguintes passos:

  • As flores são coletadas de plantas silvestres ou cultivadas. O Dr. Bach acreditava que as energias das plantas poderiam ser capturadas nas flores.
  • As flores frescas são colocadas em uma tigela de água limpa e pura, que é então exposta à luz solar direta. Isso é feito para permitir que a energia da flor seja transferida para a água por meio da luz solar.
  • Após algumas horas de exposição ao sol, as flores são retiradas da água e a água que agora supostamente contém a energia da flor é chamada de "solução-mãe".
  • Essa “solução-mãe” é diluída em água pura em uma proporção de 1:1 (uma parte de solução-mãe para uma parte de água). Esse processo é repetido várias vezes, resultando em uma série de diluições progressivas.
  • A partir da solução diluída, são preparados os frascos de estoque e os frascos de uso. Nos frascos de estoque estão uma solução concentrada da essência floral, que pode ser usada para preparar frascos de uso. Para fazer o frasco de uso, algumas gotas da solução de estoque são adicionadas a um frasco de água pura com um pouco de brandy (conhaque de boa qualidade) ou outro conservante.
  • Os frascos de uso são usados pelos indivíduos que desejam receber os supostos benefícios das essências florais de Bach. Eles devem ser armazenados em local fresco e protegido da luz direta.

Como usar as essências dos florais de Bach?

Antes de usar os florais de Bach, é importante que a pessoa identifique as emoções ou sentimentos que deseja equilibrar. Ela pode fazer isso através de uma autoavaliação ou buscar orientação de um terapeuta floral qualificado.

É recomendado utilizar até 7 essências em uma mistura personalizada. Para criar sua própria mistura (personalizada), o paciente deve escolher as essências que correspondem às suas emoções atuais. Em seguida, adicionar 2 gotas de cada essência escolhida a um frasco de 30 ml preenchido com água mineral e pode, ainda, adicionar um conservante natural, como conhaque ou vinagre de maçã, para prolongar a validade da mistura.

A dose recomendada é de 4 gotas dessa mistura personalizada, diretamente na boca4 ou diluídas em um copo de água, 4 vezes ao dia. O paciente pode tomar as gotas sempre que sentir necessidade, mas é aconselhável manter um padrão regular e constante.

A terapia floral pode ser usada por um período curto ou prolongado, dependendo das necessidades individuais. Algumas pessoas sentem resultados imediatos, enquanto outras podem levar algum tempo para perceber mudanças significativas. É comum utilizar as essências por, pelo menos, algumas semanas.

As essências florais de Bach também podem ser utilizadas em crianças e animais de estimação. As doses para crianças costumam ser reduzidas e, para animais, você pode adicionar as gotas à água bebida ou até mesmo esfregar uma pequena quantidade nas patas.

Veja mais sobre “Medicina preventiva”, "Exames preventivos em Endocrinologia", "Homeopatia", "Quiropraxia" e "Massoterapia".

 

Referências:

As informações veiculadas neste texto foram extraídas principalmente do site Homeopatia Brasil.

ABCMED, 2023. Florais de Bach - como são preparadas e usadas as essências dos Florais de Bach. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/vida-saudavel/1460725/florais-de-bach-como-sao-preparadas-e-usadas-as-essencias-dos-florais-de-bach.htm>. Acesso em: 16 jun. 2024.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Choque: 1. Estado de insuficiência circulatória a nível celular, produzido por hemorragias graves, sepse, reações alérgicas graves, etc. Pode ocasionar lesão celular irreversível se a hipóxia persistir por tempo suficiente. 2. Encontro violento, com impacto ou abalo brusco, entre dois corpos. Colisão ou concussão. 3. Perturbação brusca no equilíbrio mental ou emocional. Abalo psíquico devido a uma causa externa.
3 Emergência: 1. Ato ou efeito de emergir. 2. Situação grave, perigosa, momento crítico ou fortuito. 3. Setor de uma instituição hospitalar onde são atendidos pacientes que requerem tratamento imediato; pronto-socorro. 4. Eclosão. 5. Qualquer excrescência especializada ou parcial em um ramo ou outro órgão, formada por tecido epidérmico (ou da camada cortical) e um ou mais estratos de tecido subepidérmico, e que pode originar nectários, acúleos, etc. ou não se desenvolver em um órgão definido.
4 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
Gostou do artigo? Compartilhe!

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.