AbcMed  -  Ortopedia e Saúde
Ortopedia e Saúde - 13/11/20
A espondilolistese lombar é um distúrbio da porção lombar da coluna vertebral1 em que uma vértebra (geralmente a 4ª vértebra lombar) desliza sobre a vértebra abaixo dela. Esse deslizamento se dá, na maioria dos casos, num sentido anterior, mas pode ser também posterior ou lateral.
1 Coluna vertebral:
   [Mais...]

Ortopedia e Saúde - 14/08/20
A espinha (coluna vertebral1) tem curvaturas naturais que são muito suaves e ajudam a coluna em sua função adequada, trabalhando como amortecedores de choque2 para distribuir o estresse mecânico durante o movimento. A lordose3 é uma condição onde há uma curvatura interna aumentada da espinha. Um certo grau de lordose3 é normal, mas quando muito acentuado é chamado de hiperlordose.
1 Coluna vertebral:
2 Choque: 1. Estado de insuficiência circulatória a nível celular, produzido por hemorragias graves, sepse, reações alérgicas graves, etc. Pode ocasionar lesão celular irreversível se a hipóxia persistir por tempo suficiente. 2. Encontro violento, com impacto ou abalo brusco, entre dois corpos. Colisão ou concussão. 3. Perturbação brusca no equilíbrio mental ou emocional. Abalo psíquico devido a uma causa externa.
3 Lordose: 1. Convexidade anterior, normal, da coluna vertebral na região lombar. 2. Na ortopedia, é uma acentuação excessiva de tal convexidade.
   [Mais...]

Ortopedia e Saúde - 13/08/20
Cifose e escoliose1 são curvaturas anormais da coluna vertebral2. A cifose é uma curvatura anormal que afeta sua parte torácica, com concavidade para dentro. A escoliose1 é uma curvatura anormal da coluna para um dos lados do tronco.
1 Escoliose: Deformidade no alinhamento da coluna vertebral, que produz uma curvatura da mesma para um dos lados. Pode ser devido a distúrbios ósteo-articulares e a problemas posturais.
2 Coluna vertebral:
   [Mais...]

Ortopedia e Saúde - 05/08/20
A postura é a relação funcional harmoniosa e fisiológica1 entre músculos2, articulações3 e ossos ao adotar-se uma determinada posição. Essa harmonia tem como função estabilizar espacialmente o corpo humano4, bem como protegê-lo à medida que recebe estímulos do ambiente. A má postura está associada à falta de harmonia entre essas estruturas de sustentação do corpo.
1 Fisiológica: Relativo à fisiologia. A fisiologia é estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
2 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
3 Articulações:
4 Corpo humano: O corpo humano é a substância física ou estrutura total e material de cada homem. Ele divide-se em cabeça, pescoço, tronco e membros. A anatomia humana estuda as grandes estruturas e sistemas do corpo humano.
   [Mais...]

Ortopedia e Saúde - 17/03/20
A fibrodisplasia ossificante progressiva (FOP), ou miosite ossificante progressiva, é um distúrbio no qual o osso se forma no interior do tecido1 muscular e/ou conjuntivo, como tendões2 e ligamentos3, os quais são gradualmente substituídos por osso (ossificados), formando um osso fora do esqueleto4, chamado osso extra-esquelético ou heterotópico.
1 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
2 Tendões: Tecidos fibrosos pelos quais um músculo se prende a um osso.
3 Ligamentos: 1. Ato ou efeito de ligar(-se). Tudo o que serve para ligar ou unir. 2. Junção ou relação entre coisas ou pessoas; ligação, conexão, união, vínculo. 3. Na anatomia geral, é um feixe fibroso que liga entre si os ossos articulados ou mantém os órgãos nas respectivas posições. É uma expansão fibrosa ou aponeurótica de aparência ligamentosa. Ou também uma prega de peritônio que serve de apoio a qualquer das vísceras abdominais. 4. Vestígio de artéria fetal ou outra estrutura que perdeu sua luz original.
4 Esqueleto:
   [Mais...]

Ortopedia e Saúde - 26/11/19
O manguito rotador1 é o conjunto muscular e tendinoso que permite ao ombro fazer seus complexos movimentos. Nenhuma outra articulação2 é capaz de tão grande variedade de movimentos quanto o ombro. A ruptura de tendões3 ou músculos4 do manguito rotador1 ocorre devido a trauma direto ou degeneração5 e pode envolver ruptura parcial ou total.
1 Manguito rotador: O manguito rotador ou coifa dos rotadores é um grupo de músculos e seus tendões que age para estabilizar o ombro. É formado por quatro músculos: o supraespinal, infraespinal, redondo menor e subescapular. Estes músculos desempenham um papel fundamental nos movimentos do ombro e da cintura escapular.
2 Articulação: 1. Ponto de contato, de junção de duas partes do corpo ou de dois ou mais ossos. 2. Ponto de conexão entre dois órgãos ou segmentos de um mesmo órgão ou estrutura, que geralmente dá flexibilidade e facilita a separação das partes. 3. Ato ou efeito de articular-se. 4. Conjunto dos movimentos dos órgãos fonadores (articuladores) para a produção dos sons da linguagem.
3 Tendões: Tecidos fibrosos pelos quais um músculo se prende a um osso.
4 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
5 Degeneração: 1. Ato ou efeito de degenerar (-se). 2. Perda ou alteração (no ser vivo) das qualidades de sua espécie; abastardamento. 3. Mudança para um estado pior; decaimento, declínio. 4. No sentido figurado, é o estado de depravação. 5. Degenerescência.
   [Mais...]

Ortopedia e Saúde - 26/07/19
A tenossinovite, também chamada inflamação1 da bainha do tendão2, é um processo inflamatório da membrana que envolve o tendão2, chamada sinóvia. Via de regra, o tendão2 se desloca em um movimento de vai-e-vem, conforme o músculo correspondente se contrai ou se distende. Em caso de tenossinovite, este movimento fica prejudicado e doloroso.
1 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
2 Tendão: Tecido fibroso pelo qual um músculo se prende a um osso.
   [Mais...]

Ortopedia e Saúde - 25/07/19
Enquanto a osteogênese refere-se à formação natural de ossos saudáveis, o termo "osteólise" refere-se mais especificamente a um processo patológico de reabsorção óssea.   [Mais...]
Ortopedia e Saúde - 22/03/19
A camptodactilia é uma malformação1 congênita2, indolor, estacionária ou geralmente progressiva, que faz com que um ou mais dedos fiquem permanentemente dobrados. O nome é derivado das antigas palavras gregas kamptos = dobrados + daktylos = dedos. Envolve a deformidade de flexão fixa das articulações3 interfalângicas proximais4.
1 Malformação: 1. Defeito na forma ou na formação; anomalia, aberração, deformação. 2. Em patologia, é vício de conformação de uma parte do corpo, de origem congênita ou hereditária, geralmente curável por cirurgia. Ela é diferente da deformação (que é adquirida) e da monstruosidade (que é incurável).
2 Congênita: 1. Em biologia, o que é característico do indivíduo desde o nascimento ou antes do nascimento; conato. 2. Que se manifesta espontaneamente; inato, natural, infuso. 3. Que combina bem com; apropriado, adequado. 4. Em termos jurídicos, é o que foi adquirido durante a vida fetal ou embrionária; nascido com o indivíduo. Por exemplo, um defeito congênito.
3 Articulações:
4 Proximais: 1. Que se localiza próximo do centro, do ponto de origem ou do ponto de união. 2. Em anatomia geral, significa o mais próximo do tronco (no caso dos membros) ou do ponto de origem (no caso de vasos e nervos). Ou também o que fica voltado para a cabeça (diz-se de qualquer formação). 3. Em botânica, o que fica próximo ao ponto de origem ou à base. 4. Em odontologia, é o mais próximo do ponto médio do arco dental.
   [Mais...]

Ortopedia e Saúde - 04/02/19
O termo “tendinose” tem sido utilizado para descrever uma alteração degenerativa1 de um tendão2 sem sinais3 inflamatórios, o que significa que ele começa a se romper. A distinção entre tendinite4 e tendinose nem sempre é fácil, porque os sintomas5 são muito semelhantes, mas é importante para que o tratamento seja o mais apropriado.
1 Degenerativa: Relativa a ou que provoca degeneração.
2 Tendão: Tecido fibroso pelo qual um músculo se prende a um osso.
3 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
4 Tendinite: Inflamação de um tendão. Produz-se em geral como conseqüência de um traumatismo. Existem doenças imunológicas capazes de produzir tendinite entre outras alterações.
5 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
   [Mais...]



Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Assinar