Gostou do artigo? Compartilhe!

Aminoácidos

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que são aminoácidos?

Os aminoácidos são as unidades básicas que compõem as proteínas1, sendo compostos por carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio. São moléculas orgânicas que contêm um grupo amina (-NH2), um grupo carboxila (-COOH), um átomo de hidrogênio (-H) e uma cadeia lateral única que confere características químicas e estruturais específicas a cada um deles. Alguns aminoácidos, como a metionina e a cisteína, contêm também enxofre em sua molécula.

Funções e tipos dos aminoácidos

Os aminoácidos são essenciais para muitas funções biológicas, incluindo a síntese de proteínas1, o metabolismo2 energético e a regulação do sistema imunológico3. No total, existem 20 tipos diferentes de aminoácidos que podem ser encontrados nas proteínas1 dos seres vivos. Eles também são importantes para a construção de tecidos corporais como músculos4, pele5, cabelo6 e unhas7.

Os aminoácidos podem ser classificados como (1) essenciais ou (2) não essenciais, dependendo, respectivamente, de se eles precisam ser obtidos de fonte externa ou se o organismo pode sintetizá-los.

Assim, aminoácidos essenciais são aqueles que o corpo humano8 não pode produzir por si só e, portanto, devem ser obtidos através da alimentação ou suplementação9. Eles são essenciais para a síntese de proteínas1 e para outras funções vitais do corpo, como o crescimento, a manutenção do tecido10 muscular, a regulação hormonal e a produção de neurotransmissores.

Existem nove aminoácidos essenciais:

  1. histidina
  2. isoleucina
  3. leucina
  4. lisina
  5. metionina
  6. fenilalanina11
  7. treonina
  8. triptofano
  9. valina

Uma dieta equilibrada e variada que inclua fontes de proteína animal e vegetal geralmente fornecerá quantidades adequadas desses aminoácidos essenciais.

Aminoácidos não essenciais são aqueles que o corpo humano8 pode sintetizar por conta própria a partir de outras moléculas, não sendo necessário obtê-los através da alimentação. Eles são importantes para a síntese de proteínas1 e para outras funções metabólicas no corpo.

Os aminoácidos não essenciais são:

  1. arginina
  2. alanina
  3. asparagina
  4. aspartato
  5. cisteína
  6. glutamato
  7. glutamina
  8. glicina
  9. prolina
  10. serina
  11. tirosina12

O corpo humano8 pode produzir esses aminoácidos a partir de outros compostos ou de outros aminoácidos.

É importante destacar que TODOS os seres vivos estudados até aqui apresentaram suas proteínas1 formadas por esses mesmos 20 aminoácidos, em diferentes combinações.

Veja também sobre "Micronutriente ou oligoelemento", "Macronutrientes13", "Proteínas1", "Gorduras" e "Carboidratos".

Suplementos alimentares contendo aminoácidos

Suplementos alimentares que contêm aminoácidos são muito comuns no mercado de saúde14 e fitness. Eles geralmente contêm uma mistura de aminoácidos essenciais e não essenciais, que são consumidos para melhorar o desempenho atlético, aumentar a massa muscular, aprimorar o desempenho das funções cognitivas e melhorar a recuperação após o exercício.

Alguns exemplos comuns de suplementos de aminoácidos incluem glutamina, arginina, lisina, creatina e beta-alanina. A suplementação9 com aminoácidos deve ser feita sob orientação médica, pois o excesso de alguns deles pode ser prejudicial à saúde14.

A glutamina desempenha muitas funções importantes no corpo, incluindo a síntese de proteínas1, o transporte de nitrogênio, a regulação do equilíbrio ácido-base e a manutenção da integridade do revestimento intestinal. Tem propriedades antioxidantes e ajuda a apoiar a função imunológica saudável. Atletas e fisiculturistas frequentemente usam-na para ajudar na recuperação muscular após o exercício intenso. Geralmente, a glutamina é encontrada na forma de pó ou cápsulas e pode ser adicionada a bebidas ou alimentos, como água, suco ou shakes de proteína. A forma em pó é mais fácil de dosar e pode ser misturada facilmente com líquidos ou alimentos.

O suplemento alimentar arginina é uma forma concentrada de arginina que é vendida em forma de comprimidos, cápsulas ou pó. A arginina é convertida pelo organismo em óxido nítrico, que ajuda a relaxar os vasos sanguíneos15 e aumentar o fluxo sanguíneo para os tecidos. Ela é frequentemente utilizada por atletas e pessoas que buscam melhorar sua saúde14 cardiovascular, aumentar o fluxo sanguíneo, melhorar a saúde14 sexual e melhorar a função imunológica.

O suplemento alimentar de lisina é disponível no mercado em forma de comprimidos, cápsulas ou pó. A lisina é um aminoácido essencial, o que significa que o corpo não consegue produzi-lo e, portanto, precisa ser obtido através da dieta ou suplementação9. Ela é um componente importante para a síntese de proteínas1 e tem vários benefícios para a saúde14, incluindo a melhoria da saúde14 da pele5 e do sistema imunológico3. Costuma também ser utilizada para ajudar na prevenção e tratamento de herpes labial, já que ajuda a inibir a replicação do vírus16. Embora seja um nutriente importante, a suplementação9 só é recomendada em casos de deficiência ou quando há uma necessidade específica.

A creatina é um suplemento popular amplamente utilizado por atletas e fisiculturistas. É uma substância produzida naturalmente pelo corpo humano8 e encontrada em alimentos como carne e peixe. Ela é armazenada nos músculos4 e usada pelo corpo para produzir energia durante exercícios intensos de curta duração, como levantamento de peso e corrida de alta intensidade. O suplemento é usado para aumentar a quantidade da substância normalmente armazenada nos músculos4, o que leva a um aumento na capacidade de exercício de alta intensidade e a uma melhora no desempenho atlético. Além disso, a creatina tem sido estudada por seus possíveis efeitos benéficos na saúde14 cerebral, no tratamento de doenças neuromusculares, na prevenção de lesões17 musculares e na melhoria das funções intelectuais cognitivas.

A beta-alanina é um aminoácido não essencial que é usado como um suplemento alimentar para melhorar o desempenho físico. A suplementação9 com beta-alanina aumenta os níveis de carnosina nos músculos4, uma substância que ajuda a dissipar o ácido láctico que se acumula durante os exercícios intensos. Com isso, atrasa a fadiga18 muscular e melhora o desempenho físico. A beta-alanina é encontrada naturalmente em carnes de animais e de aves, mas também pode ser sintetizada no corpo a partir de outro aminoácido chamado L-histidina. Os benefícios da suplementação9 com beta-alanina têm sido demonstrados em exercícios de alta intensidade e curta duração, como sprints e levantamento de peso, na melhoria da resistência muscular, na recuperação pós-treino e em reduzir a fadiga18 mental durante exercícios prolongados.

Leia sobre "Metabolismo2", "Whey protein" e "Suplementos alimentares".

 

Referências:

As informações veiculadas neste texto foram extraídas principalmente dos sites da Cleveland Clinic e da Mayo Clinic.

ABCMED, 2023. Aminoácidos. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/vida-saudavel/1435060/aminoacidos.htm>. Acesso em: 19 mai. 2024.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
2 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
3 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
4 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
5 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
6 Cabelo: Estrutura filamentosa formada por uma haste que se projeta para a superfície da PELE a partir de uma raiz (mais macia que a haste) e se aloja na cavidade de um FOLÍCULO PILOSO. É encontrado em muitas áreas do corpo.
7 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
8 Corpo humano: O corpo humano é a substância física ou estrutura total e material de cada homem. Ele divide-se em cabeça, pescoço, tronco e membros. A anatomia humana estuda as grandes estruturas e sistemas do corpo humano.
9 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
10 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
11 Fenilalanina: É um aminoácido natural, encontrado nas proteínas vegetais e animais, essencial para a vida humana.
12 Tirosina: É um dos aminoácidos polares, sem carga elétrica, que compõem as proteínas, caracterizado pela cadeia lateral curta na qual está presente um anel aromático e um grupamento hidroxila.
13 Macronutrientes: Os macronutrientes fornecem as calorias aos alimentos. São eles: carboidratos, proteínas e lipídeos.
14 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
15 Vasos Sanguíneos: Qualquer vaso tubular que transporta o sangue (artérias, arteríolas, capilares, vênulas e veias).
16 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
17 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
18 Fadiga: 1. Sensação de enfraquecimento resultante de esforço físico. 2. Trabalho cansativo. 3. Redução gradual da resistência de um material ou da sensibilidade de um equipamento devido ao uso continuado.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.