AbcMed  -  Pele saudável
Pele saudável - 14/03/19
As manchas Vinho do Porto (nevus flammeus) são manchas vermelhas ou roxas, mais comuns no rosto, e que podem variar de alguns milímetros até centímetros de diâmetro. Essas manchas são assim nomeadas por sua coloração semelhante à cor de um vinho tinto fortificado em Portugal, principalmente na cidade do Porto.   [Mais...]
Pele saudável - 23/01/19
O termo dermografismo, ou dermatografismo (urticária1 física), significa literalmente escrever na pele2. Uma firme pressão sobre a pele2 produz uma linha vermelha inicial, seguida de um alargamento do eritema3 e formação de uma pápula4 linear. Esses eventos são chamados coletivamente de resposta tripla de Lewis.
1 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
2 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
3 Eritema: Vermelhidão da pele, difusa ou salpicada, que desaparece à pressão.
4 Pápula: Lesão firme e elevada, com bordas nítidas e diâmetro que varia de 1 a 5 milímetros (até 1 centímetro, segundo alguns autores).
   [Mais...]

Pele saudável - 12/11/18
A acne1 é um sério problema estético para muitas pessoas, especialmente para adolescentes. A isotretinoína (Roacutan) é um fármaco2 utilizado pela medicina no tratamento da acne1 severa, rosácea e acne1 resistente. É utilizado também como medicamento na quimioterapia3 de certos tipos de cânceres, como o Neuroblastoma, por exemplo.
1 Acne: Doença de predisposição genética cujas manifestações dependem da presença dos hormônios sexuais. As lesões começam a surgir na puberdade, atingindo a maioria dos jovens de ambos os sexos. Os cravos e espinhas ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos). Estas condições favorecem a proliferação de microorganismos que provocam a inflamação característica das espinhas, sendo o Propionibacterium acnes o agente infeccioso mais comumente envolvido.
2 Fármaco: Qualquer produto ou preparado farmacêutico; medicamento.
3 Quimioterapia: Método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é chamada de quimioterapia antineoplásica ou quimioterapia antiblástica.
   [Mais...]

Pele saudável - 24/07/18
A pele1 oleosa é aquela em que o sebo produzido em excesso é exteriorizado através dos poros e espalhado sobre a superfície da pele1, dando a ela um aspecto mais brilhante que o normal.
1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
   [Mais...]

Pele saudável - 10/07/18
A tinea cruris, popularmente conhecida como coceira de jóquei, é uma infecção1 fúngica2 da pele3. É um tipo de dermatofitose (micoses ocasionadas por fungos filamentosos conhecidos como dermatófitos4) muito comum.
1 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
2 Fúngica: Relativa à ou produzida por fungo.
3 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
4 Dermatófitos: Qualquer fungo microscópico que parasita a pele, as unhas ou os pelos.
   [Mais...]

Pele saudável - 09/05/18
A hipomelanose de Ito é um mosaicismo pigmentar da pele1, caracterizado por hipopigmentação nas formas de estrias e espirais ao longo das linhas de Blaschko (linhas imaginárias que, na pele1, separam os territórios enervados por diferentes raízes nervosas2).
1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
2 Raízes nervosas:
   [Mais...]

Pele saudável - 08/05/18
A dermatite1 de contato, ou eczema2 de contato, é uma erupção3 cutânea4 avermelhada (uma reação inflamatória) causada por contato direto com uma substância ou reação alérgica5 a ela.
1 Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
2 Eczema: Afecção alérgica da pele, ela pode ser aguda ou crônica, caracterizada por uma reação inflamatória com formação de vesículas, desenvolvimento de escamas e prurido.
3 Erupção: 1. Ato, processo ou efeito de irromper. 2. Aumento rápido do brilho de uma estrela ou de pequena região da atmosfera solar. 3. Aparecimento de lesões de natureza inflamatória ou infecciosa, geralmente múltiplas, na pele e mucosas, provocadas por vírus, bactérias, intoxicações, etc. 4. Emissão de materiais magmáticos por um vulcão (lava, cinzas etc.).
4 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
5 Reação alérgica: Sensibilidade a uma substância específica, chamada de alérgeno, com a qual se entra em contato por meio da pele, pulmões, deglutição ou injeções.
   [Mais...]

Pele saudável - 28/08/17
Ectima é uma infecção1 bacteriana piogênica (produtora de pus2) da pele3, parecida com o impetigo4. O impetigo4, por sua vez, é uma infeção cutânea5 superficial por bactérias. Por atingir também a derme6, há quem considere o ectima uma forma mais agressiva de impetigo4.
1 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
2 Pus: Secreção amarelada, freqüentemente mal cheirosa, produzida como conseqüência de uma infecção bacteriana e formada por leucócitos em processo de degeneração, plasma, bactérias, proteínas, etc.
3 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
4 Impetigo: Infecção da pele e mucosas, produzida por uma bactéria chamada Estreptococo, e caracterizada pela presença de lesões avermelhadas, com formação posterior de bolhas que contém pus e que, ao romper-se, deixam uma crosta cor de mel. Pode ser transmitida por contato entre as pessoas, como em creches.
5 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
6 Derme: Camada interna das duas principais camadas da pele. A derme é formada por tecido conjuntivo, vasos sanguíneos, glândulas sebáceas e sudoríparas, nervos, folículos pilosos e outras estruturas. É constituída por uma fina camada superior que é a derme papilar e uma camada mais grossa, mais baixa, que é a derme reticular.
   [Mais...]

Pele saudável - 14/08/17
A pele1 não é a mesma coisa em todas as pessoas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, os principais tipos de pele1 são: (1) pele1 normal, (2) pele1 seca, (3) pele1 oleosa e (4) pele1 mista. Embora não conste da classificação acima, há também a chamada (5) pele1 sensível.
1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
   [Mais...]

Pele saudável - 02/08/17
Micose1 é o nome genérico dado a várias infecções2 causadas por fungos. Visto que os fungos estão em toda a parte, é inevitável a exposição a eles. Além disso, nosso organismo normalmente abriga vários fungos que, em condições especiais, podem gerar sintomas3.
1 Micose: Infecção produzida por fungos. Pode ser superficial, quando afeta apenas pele, mucosas e seus anexos, ou profunda, quando acomete órgãos profundos como pulmões, intestinos, etc.
2 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
3 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
   [Mais...]



Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Assinar
O AbcMed® é parte integrante da Plataforma HiDoctor® e é oferecido a você gratuitamente.