AbcMed  -  Pele saudável
As unhas1 são uma cobertura protetora das extremidades dos dedos das mãos2 e dos pés e têm uma grande importância na normalidade funcional desses membros. Elas contribuem para preensão de objetos, dão firmeza, melhor sensação tátil e ajudam a compor a estabilidade dos dedos, permitindo uma deambulação3 e uma pegada adequadas. Só mesmo ficando sem elas é que se pode perceber a falta que fazem!
1 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
2 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
3 Deambulação: Ato ou efeito de deambular, passear ou marchar.
   [Mais...]

O termo clareamento da pele1 significa, na verdade, clareamento de manchas escuras na pele1. É um tratamento estético que faz referência a várias técnicas como, por exemplo, a aplicação de ácidos ou peelings evasivos para manchas, bem como a aplicação de cremes com posologias ácidas para diminuir as manchas, como é o caso do ácido glicólico, comumente encontrado nas farmácias. Esses métodos tentam fazer com que manchas hiperpigmentadas possam ser despigmentadas até se igualarem à pele1 circundante.
1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
   [Mais...]

O suor (do latim sudore) é a perda de líquido pela pele1, consistindo de uma solução aquosa que, além de cloreto de sódio e ureia2, contém íons3, como potássio, amônia, ácido úrico e uma pequena porção de proteínas4. Diante dessa sua composição, é possível perceber que, além de regular a temperatura do corpo, o suor é responsável por eliminar produtos tóxicos.
1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
2 Ureia: 1. Resíduo tóxico produzido pelo organismo, resulta da quebra de proteínas pelo fígado. É normalmente removida do organismo pelos rins e excretada na urina. 2. Substância azotada. Composto orgânico cristalino, incolor, de fórmula CO(NH2)2 (ou CH4N2O), com um ponto de fusão de 132,7 °C.
3 Íons: Átomos ou grupos atômicos eletricamente carregados.
4 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
   [Mais...]

Os cabelos não são uma mera cobertura do couro cabeludo, eles vão muito além disso. Eles têm uma poderosa significação simbólica na esfera da cultura, da mitologia e da religião. Além disso, cumprem importantes funções orgânicas e sinalizam ou sofrem as consequências de muitas doenças, físicas ou emocionais, e são valorizados como um importante componente da estética individual.   [Mais...]
Discromias são um distúrbio na uniformidade da pigmentação da pele1 que causam alterações na coloração dela e que geralmente aparecem como manchas mais escuras ou mais claras, circundadas por uma pele1 de coloração habitual, resultantes respectivamente do aumento (hipermelanose) ou da diminuição (hipomelanose) da melanina2 e da deposição de substâncias endógenas ou exógenas na derme3 (hipercromias).
1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
2 Melanina: Cada uma das diversas proteínas de cor marrom ou preta, encontrada como pigmento em vegetais e animais.
3 Derme: Camada interna das duas principais camadas da pele. A derme é formada por tecido conjuntivo, vasos sanguíneos, glândulas sebáceas e sudoríparas, nervos, folículos pilosos e outras estruturas. É constituída por uma fina camada superior que é a derme papilar e uma camada mais grossa, mais baixa, que é a derme reticular.
   [Mais...]

A cor normal da pele1 humana varia do preto mais escuro aos tons esbranquiçados mais claros, com variadas tonalidades intermediárias. As diferenças entre a cor da pele1 nas diferentes populações parecem ter evoluído por meio da seleção natural, devido às diferenças no ambiente. No entanto, a cor natural da pele1 não é totalmente uniforme em todo o corpo de um indivíduo.
1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
   [Mais...]

A pele1 é o maior órgão do corpo humano2, recobrindo toda a superfície do corpo. Ela, juntamente com seus anexos3, como cabelos, pelos, unhas4, glândulas sebáceas5 e glândulas sudoríparas6, desempenham importantíssimas funções, sem as quais a vida seria impossível.
1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
2 Corpo humano: O corpo humano é a substância física ou estrutura total e material de cada homem. Ele divide-se em cabeça, pescoço, tronco e membros. A anatomia humana estuda as grandes estruturas e sistemas do corpo humano.
3 Anexos: 1. Que se anexa ou anexou, apenso. 2. Contíguo, adjacente, correlacionado. 3. Coisa ou parte que está ligada a outra considerada como principal. 4. Em anatomia geral, parte acessória de um órgão ou de uma estrutura principal. 5. Em informática, arquivo anexado a uma mensagem eletrônica.
4 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
5 Glândulas Sebáceas: Órgãos formados por pequenas bolsas, localizados na DERME. Cada glândula apresenta um único ducto que emerge de um grupo de alvéolos ovais. Cada alvéolo é constituído por uma membrana basal transparente, encerrando células epiteliais. Os ductos da maior parte das glândulas sebáceas se abrem nos folículos pilosos, porém alguns se abrem na superfície da PELE. Glândulas sebáceas secretam SEBO.
6 Glândulas sudoríparas: As glândulas sudoríparas são glândulas responsáveis pela produção e transporte do suor, atuando como regulador térmico. São constituídas por um fino e longo tubo que no início se enovela, chamado corpo da glândula. O suor é composto de água, sais minerais e um pouco de ureia e é drenado pelo ducto das glândulas sudoríparas.
   [Mais...]

Leucodermia gutata, leucodermia solar ou hipomelanose gutata, conhecida popularmente como sarda branca, é uma condição dérmica adquirida, constituída por manchas esbranquiçadas disseminadas à maneira de confetes nas áreas expostas ao sol, principalmente nos antebraços e pernas, as quais ocorrem pelo dano cumulativo causado pelos raios ultravioletas ao longo da vida.   [Mais...]
Os dermatofibromas, também chamados de histiocitomas fibrosos benignos superficiais, são pequenos crescimentos não cancerosos arredondados e salientes na pele1. Eles são o resultado do acúmulo de colágeno2, uma proteína produzida pelos fibroblastos3, células4 que residem no tecido5 mole sob a pele1. Alguns autores sugerem que essas lesões6 sejam desencadeadas por um processo inflamatório reativo.
1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
2 Colágeno: Principal proteína fibrilar, de função estrutural, presente no tecido conjuntivo de animais.
3 Fibroblastos: Células do tecido conjuntivo que secretam uma matriz extracelular rica em colágeno e outras macromoléculas.
4 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
5 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
6 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
   [Mais...]

Nevo1 é um termo médico inespecífico para uma lesão2 circunscrita e crônica da pele3 ou da mucosa4. O termo procede da palavra nævus, que em latim significa “marca de nascença”. Entretanto, um nevo1 pode ser congênito5 (presente desde o nascimento) ou adquirido posteriormente. De maneira geral e mais popular, eles são referidos como manchas na pele3, sem distinção dos tipos específicos delas.
1 Nevo: Popularmente conhecido como ”pinta” ou sinal de nascença”. É uma mancha na pele que pode ser uma lesão plana ou elevada, pigmentada (de cor marrom, cinza, azul ou preto) ou não e pode apresentar potencial de malignização dependendo do tipo.
2 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
3 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
4 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
5 Congênito: 1. Em biologia, o que é característico do indivíduo desde o nascimento ou antes do nascimento; conato. 2. Que se manifesta espontaneamente; inato, natural, infuso. 3. Que combina bem com; apropriado, adequado. 4. Em termos jurídicos, é o que foi adquirido durante a vida fetal ou embrionária; nascido com o indivíduo. Por exemplo, um defeito congênito.
   [Mais...]



Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Receber conteúdos