AbcMed  -  Psicologia e Psiquiatria
Alucinógenos são um grupo diversificado de drogas que alteram a consciência de uma pessoa sobre o ambiente ao redor, bem como seus próprios pensamentos e sentimentos. Eles podem causar alucinações1 ou sensações e imagens que parecem reais, embora não sejam.
1 Alucinações: Perturbações mentais que se caracterizam pelo aparecimento de sensações (visuais, auditivas, etc.) atribuídas a causas objetivas que, na realidade, inexistem; sensações sem objeto. Impressões ou noções falsas, sem fundamento na realidade; devaneios, delírios, enganos, ilusões.
   [Mais...]

O ácido lisérgico, LSD ou dietilamida do ácido lisérgico, é um produto de efeito alucinógeno reconhecido. Ele não é produzido por nenhuma planta e sim fabricado em laboratórios. Portanto, é uma substância sintética e não uma substância natural. Sua estrutura química básica é semelhante a dos alcaloides do Ergot e está estruturalmente relacionada a vários outros medicamentos que podem bloquear a ação da serotonina no tecido1 cerebral.
1 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
   [Mais...]

O distúrbio de despersonalização pertence ao grupo dos chamados distúrbios dissociativos. É marcado por períodos de sentimento de estar desconectado ou desapegado de seu corpo e dos seus pensamentos. Essa sensação é acompanhada da sensação de estar desconectado do ambiente, dita desrealização, pelo que se costuma referir ao transtorno como despersonalização/desrealização.   [Mais...]
Define-se como abuso de drogas o uso de qualquer substância utilizada para fins não médicos, capaz de produzir uma alteração tida como agradável no estado de ânimo e no comportamento do indivíduo e que, por isso, leva-o ao desejo incontrolável de tomá-la novamente. A dependência de drogas é uma doença que afeta o cérebro1 da pessoa e leva a que ela tenha incapacidade de controlar o uso de determinadas substâncias como o álcool, a maconha e a nicotina, por exemplo.
1 Cérebro: Derivado do TELENCÉFALO, o cérebro é composto dos hemisférios direito e esquerdo. Cada hemisfério contém um córtex cerebral exterior e gânglios basais subcorticais. O cérebro inclui todas as partes dentro do crânio exceto MEDULA OBLONGA, PONTE e CEREBELO. As funções cerebrais incluem as atividades sensório-motora, emocional e intelectual.
   [Mais...]

O afeto pseudobulbar (ou transtorno da expressão emocional involuntária1) é um descontrole emocional que se evidencia por episódios de riso e/ou de choro incontroláveis que podem estar completamente dissociados do estado de ânimo do paciente e tendem a ser desproporcionais ou contraditórios com o estímulo que o produziu.
1 Involuntária: 1.    Que se realiza sem intervenção da vontade ou que foge ao controle desta, automática, inconsciente, espontânea. 2.    Que se encontra em uma dada situação sem o desejar, forçada, obrigada.
   [Mais...]

O transtorno de conduta é um grupo de problemas comportamentais e emocionais que geralmente começa na infância ou na adolescência, caracterizado por um padrão repetitivo e persistente de conduta antissocial. Para que seja considerado um transtorno, ele deve ser permanente e alcançar violações importantes, de natureza mais grave que as travessuras ou a rebeldia normal de um adolescente.   [Mais...]
O estresse verdadeiro é uma resposta física do organismo a um estímulo nocivo e/ou ameaçador em que o corpo reage segundo a modalidade “luta ou fuga”. Essa é uma reação natural do organismo que ocorre quando a pessoa vivencia uma situação de perigo, a qual provoca grandes alterações físicas e emocionais.   [Mais...]
A timidez é o sentimento de apreensão, falta de conforto ou constrangimento, especialmente quando uma pessoa está perto de outras pessoas e deve interagir com elas. Isso ocorre principalmente em novas situações ou com pessoas desconhecidas. A principal característica definidora da timidez é um medo do que as outras pessoas irão pensar do comportamento próprio. Faça o teste para saber se você é ou não é tímido.   [Mais...]
A dislexia adquirida surge na sequência de traumatismos ou lesões1 cerebrais ou de perturbações do desenvolvimento nervoso, com atraso na aquisição da leitura. A dislexia adquirida também pode ser devido à anóxia2 ou hipóxia3 neonatal. Neste caso, ela só irá se manifestar quando a criança começar a ser alfabetizada, mesmo tendo adquirido a causa da dislexia durante o seu nascimento.
1 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
2 Anóxia: Diminuição acentuada da concentração de oxigênio a nível celular. Pode ser devido a um problema nos mecanismos respiratórios (p. ex. apnéia, edema de glote, etc) ou devido a problemas nas trocas de oxigênio a nível celular.
3 Hipóxia: Estado de baixo teor de oxigênio nos tecidos orgânicos que pode ocorrer por diversos fatores, tais como mudança repentina para um ambiente com ar rarefeito (locais de grande altitude) ou por uma alteração em qualquer mecanismo de transporte de oxigênio, desde as vias respiratórias superiores até os tecidos orgânicos.
   [Mais...]

Pessoas mentalmente saudáveis vivenciam diariamente uma série de emoções como alegria, amor, satisfação, tristeza, raiva1 e frustração, e são capazes de enfrentar os desafios e as mudanças da vida cotidiana com equilíbrio; além disso, sabem procurar ajuda quando têm dificuldades em lidar com conflitos, perturbações, traumas ou transições importantes nos diferentes ciclos da vida.
1 Raiva: 1. Doença infecciosa freqüentemente mortal, transmitida ao homem através da mordida de animais domésticos e selvagens infectados e que produz uma paralisia progressiva juntamente com um aumento de sensibilidade perante estímulos visuais ou sonoros mínimos. 2. Fúria, ódio.
   [Mais...]



Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Assinar