AbcMed  -  Exames e Procedimentos
Abdominoplastia1, também chamada dermolipectomia de abdômen ou plástica de abdômen, é a cirurgia plástica realizada no abdômen para retirar o excesso de pele2, gordura3 e estrias, ocasionados por vários motivos, e propiciar a recuperação da firmeza dos músculos4 da região abdominal.
1 Abdominoplastia: Cirurgia plástica ou estética que remodela o abdome, retirando o excesso de tecido (pele e gordura) que se acumula abaixo do umbigo e ajustando a musculatura abdominal frouxa.
2 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
3 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
4 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
   [Mais...]

Orquidopexia é o procedimento cirúrgico para correção da criptorquidia1. Consiste na fixação dos testículos2 nas paredes da bolsa escrotal.
1 Criptorquidia: 1. Falha na descida de testículo para o escroto, também conhecida como criptorquia.
2 Testículos: Os testículos são as gônadas sexuais masculinas que produzem as células de fecundação ou espermatozóides. Nos mamíferos ocorrem aos pares e são protegidos fora do corpo por uma bolsa chamada escroto. Têm função de glândula produzindo hormônios masculinos.
   [Mais...]

Pode-se extrair um órgão sadio (ou parte dele) ou tecido1 de um indivíduo que esteja em estado de morte encefálica2, desde que haja consentimento da família, e transplantá-lo num outro indivíduo que necessite de um órgão homólogo. A mesma coisa pode ser feita a partir de um indivíduo vivo que dê o consentimento, com um órgão cuja retirada não afete sua saúde3 ou suas habilidades. A este procedimento chama-se transplante de órgãos.
1 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
2 Encefálica: Referente a encéfalo.
3 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
   [Mais...]

Gonioscopia1 é um exame usado pelos oftalmologistas para ajudar no diagnóstico2 e no acompanhamento de algumas enfermidades oculares, principalmente o glaucoma3.
1 Gonioscopia: É um exame de visão que utiliza uma lente especial para o estudo do ângulo da câmara anterior do olho, onde é realizada a drenagem do humor aquoso.
2 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
3 Glaucoma: É quando há aumento da pressão intra-ocular e danos ao nervo óptico decorrentes desse aumento de pressão. Esses danos se expressam no exame de fundo de olho e por alterações no campo de visão.
   [Mais...]

Gasometria ou gasometria arterial é o exame que visa medir o oxigênio (O2), o gás carbônico (CO2) e o pH no sangue1 arterial para avaliar o equilíbrio acidobásico de um paciente. Esse exame é utilizado principalmente para verificar se os pulmões2 estão sendo capazes de fazer corretamente a troca do oxigênio pelo dióxido de carbono nos seus alvéolos3.
1 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
2 Pulmões: Órgãos do sistema respiratório situados na cavidade torácica e responsáveis pelas trocas gasosas entre o ambiente e o sangue. São em número de dois, possuem forma piramidal, têm consistência esponjosa e medem cerca de 25 cm de comprimento. Os pulmões humanos são divididos em segmentos denominados lobos. O pulmão esquerdo possui dois lobos e o direito possui três. Os pulmões são compostos de brônquios que se dividem em bronquíolos e alvéolos pulmonares. Nos alvéolos se dão as trocas gasosas ou hematose pulmonar entre o meio ambiente e o corpo, com a entrada de oxigênio na hemoglobina do sangue (formando a oxiemoglobina) e saída do gás carbônico ou dióxido de carbono (que vem da célula como carboemoglobina) dos capilares para o alvéolo.
3 Alvéolos: Pequenas bolsas poliédricas localizadas ao longo das paredes dos sacos alveolares, ductos alveolares e bronquíolos terminais. A troca gasosa entre o ar alveolar e o sangue capilar pulmonar ocorre através das suas paredes. DF
   [Mais...]

Crioterapia1, do grego cryo (κρύο) = frio + therapy (θεραπεία) = tratamento, é um conjunto de procedimentos que usa a aplicação do frio para o tratamento de várias situações médicas e fisioterápicas, reduzindo a temperatura dos tecidos lesionados. Num sentido lato, todo uso terapêutico do frio é uma crioterapia1 e faz parte do capítulo mais amplo das termoterapias.
1 Crioterapia: Processo terapêutico baseado em aplicações de gelo, neve carbônica e outros veículos de frio intenso.
   [Mais...]

A estapedectomia é um procedimento cirúrgico (microcirurgia) pelo qual o cirurgião remove parte ou todo o estribo doente e o substitui por uma prótese1, normalmente de Teflon.
1 Prótese: Elemento artificial implantado para substituir a função de um órgão alterado. Existem próteses de quadril, de rótula, próteses dentárias, etc.
   [Mais...]

A timpanoplastia é o procedimento cirúrgico para reconstruir a membrana timpânica1, geralmente quando perfurada por alguma razão, sendo a mais comum delas a otite média2. Essa reconstrução é feita pela utilização de um enxerto3 medial ou lateral à membrana do tímpano4.
1 Membrana Timpânica: Membrana semi-transparente (oval), que separa da cavidade timpânica (ORELHA MÉDIA) o Meato Acústico Externo. Contém três camadas
2 Otite média: Infecção na orelha média.
3 Enxerto: 1. Na agricultura, é uma operação que se caracteriza pela inserção de uma gema, broto ou ramo de um vegetal em outro vegetal, para que se desenvolva como na planta que o originou. Também é uma técnica agrícola de multiplicação assexuada de plantas florais e frutíferas, que permite associar duas plantas diferentes, mas gerações próximas, muito usada na produção de híbridos, na qual uma das plantas assegura a nutrição necessária à gema, ao broto ou ao ramo da outra, cujas características procura-se desenvolver; enxertia. 2. Na medicina, é a transferência especialmente de células ou de tecido (por exemplo, da pele) de um local para outro do corpo de um mesmo indivíduo ou de um indivíduo para outro.
4 Tímpano: Espaço e estruturas internas à MEMBRANA TIMPÂNICA e externas à orelha interna (LABIRINTO). Entre os componentes principais estão os OSSÍCULOS DA AUDIÇÃO e a TUBA AUDITIVA, que conecta a cavidade da orelha média (cavidade timpânica) à parte superior da garganta.
   [Mais...]

Uma biópsia1 é um procedimento que colhe um fragmento2 de tecido3 orgânico ou uma pequena quantidade de células4 (“amostra”) para posterior determinação da sua natureza, em laboratório. Como a biópsia1 analisa apenas uma minúscula parte do tecido3 em causa, às vezes esse pequeno fragmento2 não apresenta sinais5 de doença, embora ela exista.
1 Biópsia: 1. Retirada de material celular ou de um fragmento de tecido de um ser vivo para determinação de um diagnóstico. 2. Exame histológico e histoquímico. 3. Por metonímia, é o próprio material retirado para exame.
2 Fragmento: 1. Pedaço de coisa que se quebrou, cortou, rasgou etc. É parte de um todo; fração. 2. No sentido figurado, é o resto de uma obra literária ou artística cuja maior parte se perdeu ou foi destruída. Ou um trecho extraído de uma obra.
3 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
4 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
5 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
   [Mais...]

A PET Scan é a sigla em inglês para a tomografia por emissão de pósitrons (Positron Emission Tomography) e é uma modalidade de diagnóstico1 por imagem que permite o mapeamento de diferentes substâncias químicas radioativas no organismo. As denominações PET-Scan e PET-CT possuem o mesmo significado.
1 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
   [Mais...]



Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Assinar