Atalho: 5RC9O7M
Gostou do artigo? Compartilhe!

Como reconhecer e evitar a hipoglicemia?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é hipoglicemia1?

A hipoglicemia1 acontece quando os níveis de glicose2 no sangue3 estão baixos demais. Ela não é uma doença, é uma reação que ocorre como uma consequência de alguma doença ou pelo uso de alguns medicamentos.

Quando ela ocorre?

Ela ocorre quando não há níveis de glicose2 no sangue3 (açúcar4 no sangue3) suficientes para fornecer energia às células5 cerebrais. As demais células5 do corpo conseguem obter energia através da quebra de gorduras e proteínas6 armazenadas, mas os neurônios7 são nutridos exclusivamente por glicose2. Por isso, a hipoglicemia1 é um sinal8 de que as células nervosas9 estão em sofrimento.

Quais são as causas da hipoglicemia1?

Existem várias causas. A ocorrência de hipoglicemia1 é comum em pacientes diabéticos, mas pessoas sem o diagnóstico10 de diabetes mellitus11 também podem apresentar esta condição devido a outras causas, como:

  • Consumo exagerado de bebidas alcoólicas.
  • Jejum prolongado (é mais frequente em jejuns com mais de 72 horas de duração).
  • Esforço físico excessivo (os músculos12 consomem a glicose2 circulante e os neurônios7 ficam sem obter energia de maneira adequada).
  • Uso de alguns medicamentos como insulina13 e hipoglicemiantes orais14 são os que mais causam hipoglicemia1, mas ela pode ocorrer com a ingestão de aspirina, anti-inflamatórios, beta-bloqueadores (por exemplo , o Propranolol) e alguns antibióticos.
  • Hipoglicemia1 reativa (ocorre 1 a 3 horas após as refeições, por rápida absorção dos carboidratos).
  • Tumores produtores de insulina13 (muito raros, mas precisam ser pesquisados em alguns casos).
  • Cirurgia para redução ou retirada do estômago15, geralmente realizadas para auxiliar na perda de peso corporal ou devido a tumores localizados no estômago15.

 O que sente uma pessoa com hipoglicemia1?

Quando os níveis de açúcar4 no sangue3 estão muito baixos, geralmente aparecem os seguintes sintomas16:

  • Tremores.
  • Tontura17.
  • Palidez.
  • Suor frio e excessivo.
  • Fraqueza.
  • Sensação de desmaio ou de “morte iminente”.
  • Dor de cabeça18.
  • Alterações do estado de consciência.
  • Pode-se até chegar às convulsões.

O que fazer para evitar a hipoglicemia1?

Procure um médico, clínico geral ou endocrinologista19 para uma avaliação. Não ignore as crises de hipoglicemia1, isto pode ser perigoso para a sua saúde20.

Além do tratamento específico para cada causa, é importante:

  • Evitar períodos prolongados em jejum, fazendo intervalos regulares entre as refeições (comer de 3 em 3 horas), mantendo o hábito de 5 a 6 refeições ao dia.
  • Não abusar da ingestão de bebidas alcoólicas.
  • Antes de realizar qualquer atividade física, alimente-se. Sem exageros para não causar desconfortos desnecessários, mas nunca faça exercícios físicos com o estômago15 vazio. E evite práticas extenuantes.
  • Após as atividades físicas, reponha as perdas, comendo por exemplo uma fruta.
  • No caso de hipoglicemia1 reativa, evite a ingestão de carboidratos simples (açúcar4 branco, farinha branca, doces), dando preferência para os carboidratos complexos (arroz integral, farinha integral) ou associação de carboidratos com gorduras ou proteínas6 (pão com manteiga e não pão puro), que demoram mais para serem absorvidos.

O que fazer durante uma crise de hipoglicemia1?

Tomar sucos de frutas, comer bombons, balas ou 2 colheres de açúcar4 diluídas em meio copo d’água pode ajudar na recuperação. Isto é usado para uma recuperação mais rápida durante uma crise.

Mas se você é diabético, não mantenha níveis altos de glicemia21 para evitar as crises de hipoglicemia1. As complicações a longo prazo não valem a pena.

ABCMED, 2010. Como reconhecer e evitar a hipoglicemia?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/87832/como-reconhecer-e-evitar-a-hipoglicemia.htm>. Acesso em: 10 dez. 2018.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Hipoglicemia: Condição que ocorre quando há uma queda excessiva nos níveis de glicose, freqüentemente abaixo de 70 mg/dL, com aparecimento rápido de sintomas. Os sinais de hipoglicemia são: fome, fadiga, tremores, tontura, taquicardia, sudorese, palidez, pele fria e úmida, visão turva e confusão mental. Se não for tratada, pode levar ao coma. É tratada com o consumo de alimentos ricos em carboidratos como pastilhas ou sucos com glicose. Pode também ser tratada com uma injeção de glucagon caso a pessoa esteja inconsciente ou incapaz de engolir. Também chamada de reação à insulina.
2 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
3 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
4 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
5 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
6 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
7 Neurônios: Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO. Sinônimos: Células Nervosas
8 Sinal: 1. É uma alteração percebida ou medida por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida. 2. Som ou gesto que indica algo, indício. 3. Dinheiro que se dá para garantir um contrato.
9 Células Nervosas: Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO.
10 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
11 Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).
12 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
13 Insulina: Hormônio que ajuda o organismo a usar glicose como energia. As células-beta do pâncreas produzem insulina. Quando o organismo não pode produzir insulna em quantidade suficiente, ela é usada por injeções ou bomba de insulina.
14 Hipoglicemiantes orais: Medicamentos usados por via oral em pessoas com diabetes tipo 2 para manter os níves de glicose próximos ao normal. As classes de hipoglicemiantes são: inibidores da alfaglicosidase, biguanidas, derivados da fenilalanina, meglitinides, sulfoniluréias e thiazolidinediones.
15 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
16 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
17 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
18 Cabeça:
19 Endocrinologista: Médico que trata pessoas que apresentam problemas nas glândulas endócrinas.
20 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
21 Glicemia: Valor de concentração da glicose do sangue. Seus valores normais oscilam entre 70 e 110 miligramas por decilitro de sangue (mg/dl).
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Endocrinologia E Metabologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.

Comentários

11/06/2016 - Comentário feito por Carlla
Muito boa explicação. Eu tenho hi...
Muito boa explicação. Eu tenho hipoglicemia e sinto todos esses sintomas quando demoro de comer algo doce. Mesmo me alimentando tenho que comer um doce em seguida senão dar tontura e a cabeça dói muito.

10/03/2015 - Comentário feito por carlos
muito esclarecedor!...obgo!....

muito esclarecedor!...obgo!....

25/09/2014 - Comentário feito por Joselia
Minha filha era obesa até os 10 anos, fi...
Minha filha era obesa até os 10 anos, fiz uma dieta caseira de cortes de alguns alimentos, ela perdeu 8k em 12 meses, más acostumou - se a comer muito pouco e continuou emagrecendo , aos 12 anos convulsionou pela primeira vez, hoje tem 17anos, e daí não parou, faz uso de anti -convulsivo, tanto eu como ela tem todos esses sintomas e noto que é no mesmo período quando estamos nos alimentando mal.
Eu, esqueço de comer, minha 1º refeição do dia é as 15h, me esforço más não consigo comer nada antes, ela come as 9h e as 13 mas as vezes pega embalo e não consigo faze la comer.
Essa pagina salvou as nossas vidas, farei um controle alimentício em minha casa tudo vai mudar e vai ficar tudo muito bom, falo isso baseado nas causas e consequências qual a pagina explica.
Muito mas muito obrigada mesmo.

14/08/2014 - Comentário feito por dannielle
Fiz redução de estomago á ...
Fiz redução de estomago á 7 meses e agora estou tendo todos esses sintomas, vou procurar meu endocrinologista para falar com ele. Gostei da explicação.

01/08/2013 - Comentário feito por neide
Re: Como reconhecer e evitar a hipoglicemia?
Meu filho estava com uma crise com todos os sintomas de hipoglicemia, vou levar ao médico agora. obrigado a todos.muito esclarecedor.

03/05/2013 - Comentário feito por Sargon
Re: Como reconhecer e evitar a hipoglicemia?
Passei por isso hoje, nao me alimentei e em jujum fiz uma caminhada de 5 Km porpém eu estav com um desconforto muscular no ombro e tomei duas aspirinas de 500mg e coloquei um salompas no local, foi "batata", ao entardecer comecei a sentir fortes tonturas, pingava de tanto suor e vista fraca e escura, imediatamente começei a tomar sorvete e comecei a melhorar !!! artigo muito exclarecedor !

29/08/2011 - Comentário feito por Antonio
Re: Como reconhecer e evitar a hipoglicemia?
Trabalho bastante esclarecedor,pois sou diabético e aplico insulina regular e a NPH,somente não percebi a verdadeira causa da hipoglicemia no meu caso, seria excesso de insulina?

05/05/2011 - Comentário feito por Marina
Re: Como reconhecer e evitar a hipoglicemia?
Ecxelente ! Ótimo trabalho esclarecedor.Com ele vamos deixando de lado a ignorância e as crendices.Passamos agir com mais segurança,com saúde não se brinca.Parabéns!

05/05/2011 - Comentário feito por Roberto
Re: Como reconhecer e evitar a hipoglicemia?
Simples e direto. Bem escrito e de fácil compreensão.

08/10/2010 - Comentário feito por luciana
Re: Como reconhecer e evitar a hipoglicemia?
gostei muinto dessa pagina falando de um assunto graaavi como a hipoglicemia

  • Entrar
  • Assinar
O AbcMed® é parte integrante da Plataforma HiDoctor® e é oferecido a você gratuitamente.