Gostou do artigo? Compartilhe!

CrossFit - Vantagens e Desvantagens

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é CrossFit?

O CrossFit é um programa de treinamento de força e condicionamento físico, baseado em movimentos funcionais, feitos com alta intensidade e variados continuamente. Normalmente esses movimentos se enquadram em três modalidades: (1) levantamento de peso, (2) ginástica e (3) condicionamento metabólico ou cardíaco. Ele permite ao praticante a mais perfeita adaptação fisiológica1 possível, independentemente da idade ou nível físico da pessoa.

Em que consiste o CrossFit?

O CrossFit visa atingir e manter níveis adequados de força, resistência ou mobilidade, para conseguir a participação com sucesso no trabalho, em atividades recreativas e na rotina diária, consistentes com o fenótipo2 e genótipo3 do indivíduo.

O treinamento de CrossFit começa com um aquecimento, depois do qual é feito o treino do dia, que muda de dia para dia, incluindo uma mistura de exercícios funcionais feitos em alta intensidade, durante 5 a 20 minutos. O principal equipamento para a sua prática é o próprio corpo. Geralmente usa-se também técnicas e equipamentos como barras e argolas olímpicas, pesos livres, cordas, caixas, bolas, pneus, argolas, elásticos, correntes entre outros. O CrossFit é um método que tenta promover a camaradagem natural, a competição saudável e a diversão do esporte.

O treino padrão de CrossFit é dividido em quatro etapas:

  1. O aquecimento prepara física e mentalmente os praticantes para o treino, causando um aumento do fluxo sanguíneo para os músculos4, da temperatura corporal, das reações metabólicas e da amplitude de movimentos.
  2. A etapa técnica do treino visa o aprendizado ou aperfeiçoamento das técnicas utilizadas no esporte ou para ser desenvolvido um trabalho específico para ganho de força e/ou potência.
  3. A terceira etapa, de treino de condicionamento metabólico, normalmente consiste na realização de uma sequência, muitas vezes inédita, de um ou mais exercícios realizados com alta intensidade.
  4. A recuperação, última etapa do treino, consiste em um trabalho específico de recuperação muscular e/ou um trabalho de flexibilidade.

Vantagens e desvantagens do CrossFit

O CrossFit visa melhorar as capacidades físicas de resistência cardiovascular e respiratória, resistência muscular, força, flexibilidade, precisão, potência, agilidade, equilíbrio, coordenação motora e velocidade. Baseado em movimentos naturais, funcionais e sempre variados, o CrossFit garante um treino altamente eficiente, tanto mentalmente como esteticamente e para toda a saúde5 em geral.

Dentre os benefícios do CrossFit estão o aumento da força, redução de medidas e do percentual de gordura6, melhora na flexibilidade, melhora na capacidade cardiovascular e respiratória, aumento da explosão e da velocidade, aumento da resistência muscular, melhora no equilíbrio, redução de estresse e definição de tônus muscular7.

O treinamento é altamente eficiente, fortalecendo o corpo por inteiro. É um excelente treino preparatório para atletas, aumentando a energia, reforçando o espírito de equipe e aumentado a autoconfiança. O CrossFit melhora o desempenho em corridas de longa e curta distâncias e previne lesões8, quando praticado com o auxílio de profissionais qualificados.

Na internet podem ser encontradas várias informações que associam o CrossFit a um risco maior de lesões8 e até a uma doença grave chamada rabdomiólise9. No entanto, não existem muitos estudos consolidados na literatura médica que possam confirmar esses dados. Uma pesquisa conhecida como The nature and prevalence of injury during CrossFit training, publicada pelo The Journal of Strength and Conditioning Research, mostra que as lesões8 de ombro e coluna são as mais comuns entre os praticantes do CrossFit, mas não se encontrou nenhum caso de rabdomiólise9 no grupo estudado. São necessárias novas investigações sobre os riscos de possíveis lesões8 associadas a esta prática.

Saiba mais sobre outros temas relacionados em: "Pilates - quais os benefícios para o seu corpo?", "Caminhada: o que precisamos saber sobre ela?" e "Musculação para idosos. Quais são os benefícios?"

 

ABCMED, 2016. CrossFit - Vantagens e Desvantagens. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/vida-saudavel/1274533/crossfit+vantagens+e+desvantagens.htm>. Acesso em: 21 out. 2019.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Fisiológica: Relativo à fisiologia. A fisiologia é estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
2 Fenótipo: Características apresentadas por um indivíduo sejam elas morfológicas, fisiológicas ou comportamentais. Também fazem parte do fenótipo as características microscópicas e de natureza bioquímica, que necessitam de testes especiais para a sua identificação, como, por exemplo, o tipo sanguíneo do indivíduo.
3 Genótipo: Composição genética de um indivíduo, ou seja, os genes que ele tem.
4 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
5 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
6 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
7 Tônus muscular: Estado de tensão elástica (contração ligeira) que o músculo apresenta em repouso e que lhe permite iniciar a contração imediatamente depois de receber o impulso dos centros nervosos. Num estado de relaxamento completo (sem tônus), o músculo levaria mais tempo para iniciar a contração.
8 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
9 Rabdomiólise: Síndrome caracterizada por destruição muscular, com liberação de conteúdo intracelular na circulação sanguínea. Atualmente, a rabdomiólise é considerada quando há dano secundário em algum órgão associado ao aumento das enzimas musculares. A gravidade da doença é variável, indo de casos de elevações assintomáticas de enzimas musculares até situações ameaçadoras à vida, com insuficiência renal aguda ou distúrbios hidroeletrolíticos. As causas da rabdomiólise podem ser classificadas em quatro grandes grupos: trauma ou lesão muscular direta, excesso de atividade muscular, defeitos enzimáticos hereditários ou outras condições clínicas.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Medicina Esportiva?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.