Atalho: 62WEP2K
Gostou do artigo? Compartilhe!

Estratégias preventivas em Odontogeriatria

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

Este artigo foi cedido ao abc.med.br pelo Dr. Marco Tulio Pettinato Pereira, especialista em Saúde1 Coletiva (SLMandic), Saúde1 Pública (UNAERP) e Saúde1 da Família (UCAM) e é baseado na Dissertação de Especialização em Saúde1 Coletiva, que foi apresentada em Fevereiro de 2009 no Curso de Especialização em Saúde1 Coletiva do Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic, Campinas.

O presente estudo fala sobre algumas estratégias preventivas em Odontogeriatria. O envelhecimento populacional traz  implicações biopsicossociais e econômicas como as mudanças fisiológicas2, as doenças sistêmicas, as deficiências físicas e mentais, dentre outras.

A Odontogeriatria é uma ciência fundamental no tratamento curativo e restaurador, assim como no que se refere às medidas preventivas. Os governantes necessitam investir maiores recursos nas atividades preventivas educacionais odontogeriátricas, as quais são imprescindíveis e devem ser realizadas frequentemente pelos cirurgiões-dentistas. Os profissionais devem conhecer os aspectos biopsicossociais da terceira idade e, através de estratégias preventivas, proporcionar a promoção de saúde1 com o intuito da qualidade de vida nesta faixa etária.

Leia, na íntegra, o artigo sobre estratégias preventivas em Odontogeriatria clicando em:

 

 
ABCMED, 2009. Estratégias preventivas em Odontogeriatria. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/saude-bucal/34828/estrategias+preventivas+em+odontogeriatria.htm>. Acesso em: 7 dez. 2019.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Fisiológicas: Relativo à fisiologia. A fisiologia é estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
 

Artigos selecionados

Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Clínica Médica?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.