AbcMed  -  Saúde da Criança
Saúde da Criança - 09/11/17
Inicialmente, a criança pequena não suporta qualquer frustração e busca satisfazer prontamente seus desejos, a qualquer custo, ainda que para isso seja necessário invadir os domínios e os direitos de outras pessoas. Só aos poucos, e com sofrimentos, a criança vem a saber até onde pode ir e o que pode ou não fazer, coisa que aprende diretamente dos pais ou de quem cuida dela.   [Mais...]
Saúde da Criança - 01/11/17
Chama-se desenvolvimento infantil à evolução física, emocional, social e cognitiva1 da criança entre zero e seis anos de idade.
1 Cognitiva: 1. Relativa ao conhecimento, à cognição. 2. Relativa ao processo mental de percepção, memória, juízo e/ou raciocínio. 3. Diz-se de estados e processos relativos à identificação de um saber dedutível e à resolução de tarefas e problemas determinados. 4. Diz-se dos princípios classificatórios derivados de constatações, percepções e/ou ações que norteiam a passagem das representações simbólicas à experiência, e também da organização hierárquica e da utilização no pensamento e linguagem daqueles mesmos princípios.
   [Mais...]

Saúde da Criança - 25/10/17
A proteção é benéfica e vital para os filhos pequenos; a superproteção, não. Até mesmo os animais cuidam e protegem instintivamente os seus filhos por um certo tempo. E tanto os homens quanto os animais, quando são capazes de se cuidarem sozinhos, devem começar a sua jornada pelo mundo por si mesmos.   [Mais...]
Saúde da Criança - 30/05/17
A esteatose hepática1 na infância é uma forma não alcoólica de acúmulo de gordura2 no fígado3 de uma criança. É um problema de saúde4 que vem crescendo em todo o mundo. Esta doença tem aumentado devido a hábitos alimentares pouco saudáveis e mudanças no conteúdo alimentar e no estilo de vida.
1 Esteatose hepática: Esteatose hepática ou “fígado gorduroso“ é o acúmulo de gorduras nas células do fígado.
2 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
3 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
4 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
   [Mais...]

Saúde da Criança - 17/05/17
A hipospádia1 é um defeito congênito2, portanto já presente no momento do nascimento, e constitui a mais frequente anomalia da genitália3 externa masculina, com uma incidência4 de 3 a 5 casos para 1.000 nascimentos. Clinicamente, ela é caracterizada por um desenvolvimento incompleto da uretra5, com disposição do meato uretral6 na face7 inferior do pênis8 (face7 ventral) e não na extremidade da glande.
1 Hipospádia: Deformação congênita das vias urinárias, na qual a abertura da uretra se encontra na face inferior ou ventral do pênis ou, na mulher, dentro da vagina.
2 Congênito: 1. Em biologia, o que é característico do indivíduo desde o nascimento ou antes do nascimento; conato. 2. Que se manifesta espontaneamente; inato, natural, infuso. 3. Que combina bem com; apropriado, adequado. 4. Em termos jurídicos, é o que foi adquirido durante a vida fetal ou embrionária; nascido com o indivíduo. Por exemplo, um defeito congênito.
3 Genitália: Órgãos externos e internos relacionados com a reprodução. Sinônimos: Órgãos Sexuais Acessórios; Órgãos Genitais; Órgãos Acessórios Sexuais
4 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
5 Uretra: É um órgão túbulo-muscular que serve para eliminação da urina.
6 Uretral: Relativo ou pertencente à uretra.
7 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
8 Pênis: Órgão reprodutor externo masculino. É composto por uma massa de tecido erétil encerrada em três compartimentos cilíndricos fibrosos. Dois destes compartimentos, os corpos cavernosos, ficam lado a lado ao longo da parte superior do órgão. O terceiro compartimento (na parte inferior), o corpo esponjoso, abriga a uretra.
   [Mais...]

Saúde da Criança - 28/03/17
O momento em que a criança começa a falar é um dos marcos mais importantes do seu desenvolvimento. No entanto, a função da fala se instala gradativamente e com o seu desenvolvimento e aquisição de diferentes palavras a criança vai ganhando maior autonomia e vai deixando aos poucos de ser um bebê.   [Mais...]
Saúde da Criança - 27/03/17
O momento em que a criança começa a andar é um dos marcos mais importantes no seu desenvolvimento. Graças à aquisição dessa função, a criança ganha maior autonomia e, na concepção1 popular, deixa de ser bebê para tornar-se uma criança pequena.
1 Concepção: O início da gravidez.
   [Mais...]

Saúde da Criança - 30/01/17
A plagiocefalia1 é uma deformidade da cabeça2 da criança, em geral transitória, que faz com que ela assuma uma aparência achatada.
1 Plagiocefalia: Conformação assimétrica da cabeça, decorrente da fusão unilateral prematura das suturas coronal ou lambdoide ou de posições viciosas da cabeça da criança (Plagiocefalia posicional). Na Plagiocefalia a cabeça assume um formato “oblíquo”, ou seja, acontece um tipo de torção na estrutura óssea do crânio e da face.
2 Cabeça:
   [Mais...]

Saúde da Criança - 25/11/16
A síndrome1 de Edwards, também conhecida como trissomia 18, é uma doença decorrente de uma anomalia genética causada pela presença de uma terceira cópia do cromossomo2 18. É a segunda condição mais frequente devido a um terceiro cromossomo2 ao nascimento, após a síndrome de Down3.
1 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
2 Cromossomo: Cromossomos (Kroma=cor, soma=corpo) são filamentos espiralados de cromatina, existente no suco nuclear de todas as células, composto por DNA e proteínas, sendo observável à microscopia de luz durante a divisão celular.
3 Síndrome de Down: Distúrbio genético causado pela presença de um cromossomo 21 a mais, por isso é também conhecida como “trissomia do 21”. Os portadores desta condição podem apresentar retardo mental, alterações físicas como prega palmar transversa (uma única prega na palma da mão, em vez de duas), pregas nas pálpebras, membros pequenos, tônus muscular pobre e língua protrusa.
   [Mais...]

Saúde da Criança - 14/11/16
A infância é a etapa da vida que vai do nascimento até aproximadamente o 11º ano. Trata-se de um período em que há comparativamente o maior desenvolvimento físico e mental de uma pessoa, caracterizado por um marcante ganho de volume do corpo (altura e peso) e aquisição de novas capacidades físicas como andar e falar, por exemplo, especialmente nos primeiros três anos de vida.   [Mais...]
Mostrar: 10
< - 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - > - >>
21 a 30 (Total: 105)
  • Entrar
  • Assinar