Atalho: 57FJZBY
Gostou do artigo? Compartilhe!

Olhos vermelhos? Pode ser conjuntivite.

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é conjuntivite1?


A conjuntivite1 é uma inflamação2 da conjuntiva3, que é a membrana que cobre a parte branca dos olhos4 e o interior das pálpebras5.


Quais são os sintomas6?

  • Olho7 vermelho na parte branca e irritado.
  • Sensação de que tem areia no olho7, causando grande incômodo.
  • Edema8 e coceira nas pálpebras5.
  • Secreções. O aspecto da secreção varia com o agente causador da conjuntivite1, podendo ser amarelada e espessa ou transparente e aquosa. Durante o sono, estas secreções podem secar nos cílios levando a um desconforto ao acordar.


Quais são as causas?

Pode ser causada por uma infecção9 viral ou bacteriana, ser resultado de uma reação alérgica10 ou de uma irritação devido à fumaça, poluição ou raios ultravioleta.

A conjuntivite1 bacteriana é comum e pode ser causada por vários tipos de bactérias. A conjuntivite1 viral geralmente ocorre por epidemias causadas pelo vírus11 do resfriado comum ou pelo vírus11 Herpes simplex, que causa herpes labial.

É uma condição que pode ser muito contagiosa12 se causada por vírus11 ou bactérias.

A lesão13 geralmente aparece em um dos olhos4, mas a contaminação do segundo olho7 é bastante comum, principalmente pelo contato da própria mão14 do indivíduo contaminado no olho7.


Qual o tratamento?

Os sintomas6 podem ser aliviados com o uso de lágrimas artificiais.

O tratamento específico vai depender da causa e precisa ser avaliado por um oftalmologista15, que é o médico responsável pela saúde16 dos seus olhos4.

Geralmente são usados colírios antialérgicos, colírios ou pomadas de antibióticos, colírios antivirais ou corticoides tópicos, dependendo do agente etiológico17.

Na maioria das vezes, os sintomas6 desaparecem em 48 horas, mas o tratamento deve ser seguido durante todo o tempo de prescrição para garantir a erradicação da infecção9.


O que fazer para evitar uma conjuntivite1?

  • Lave as mãos18 antes de tocar nos olhos4.
  • Não compartilhe toalhas ou qualquer outro objeto de uso ocular.
  • Evite a exposição a substâncias químicas que podem lhe causar alergias.
  • Cuidado com piscinas públicas.
  • Evite o contato com indivíduos que estão com conjuntivite1. Caso toque a mão14 de uma pessoa que está com conjuntivite1, lave suas mãos18 antes de colocá-las nos seus olhos4.
  • Proteja seus olhos4 com óculos de sol com proteção contra raio ultravioleta.
ABCMED, 2009. Olhos vermelhos? Pode ser conjuntivite.. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/saude-dos-olhos/53175/olhos+vermelhos+pode+ser+conjuntivite.htm>. Acesso em: 12 dez. 2018.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Conjuntivite: Inflamação da conjuntiva ocular. Pode ser produzida por alergias, infecções virais, bacterianas, etc. Produz vermelhidão ocular, aumento da secreção e ardor.
2 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
3 Conjuntiva: Membrana mucosa que reveste a superfície posterior das pálpebras e a superfície pericorneal anterior do globo ocular.
4 Olhos:
5 Pálpebras:
6 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
7 Olho: s. m. (fr. oeil; ing. eye). Órgão da visão, constituído pelo globo ocular (V. este termo) e pelos diversos meios que este encerra. Está situado na órbita e ligado ao cérebro pelo nervo óptico. V. ocular, oftalm-. Sinônimos: Olhos
8 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
9 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
10 Reação alérgica: Sensibilidade a uma substância específica, chamada de alérgeno, com a qual se entra em contato por meio da pele, pulmões, deglutição ou injeções.
11 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
12 Contagiosa: 1. Que é transmitida por contato ou contágio. 2. Que constitui veículo para o contágio. 3. Que se transmite pela intensidade, pela influência, etc.; contagiante.
13 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
14 Mão: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
15 Oftalmologista: Médico especializado em diagnosticar e tratar as doenças que acometem os olhos. Podem prescrever óculos de grau e lentes de contato.
16 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
17 Etiológico: Relativo à etiologia; que investiga a causa e origem de algo.
18 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Oftalmologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.