AbcMed  -  Saúde da Mulher
Saúde da Mulher - 09/07/10
O câncer1 de mama2 é o tumor3 maligno que se desenvolve nas células4 do tecido5 mamário. Ele pode ocorrer em ambos os sexos, sendo muito mais freqüente nas mulheres. As taxas de câncer1 de mama2 caíram nos últimos anos, a razão desta queda ainda não é sabida, mas a doença continua sendo muito frequente e temida por várias mulheres.
1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
3 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
4 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
5 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
   [Mais...]

Saúde da Mulher - 24/05/10
O fenômeno da arborização é um método natural auxiliar para saber o período fértil de um ciclo menstrual. Ele pode ser aprendido por qualquer pessoa interessada em conhecer mais o ciclo reprodutor feminino. Este método pode ser usado para maximizar a possibilidade de uma concepção1 desejada ou também como método contraceptivo natural, caso o desejo seja evitar uma gravidez2.
1 Concepção: O início da gravidez.
2 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
   [Mais...]

Saúde da Mulher - 21/05/10
O fenômeno da arborização ocorre durante a fase fértil do ciclo menstrual e pode ser observado ao microscópio com ampliação de 100 vezes. Toda mulher pode aprender a visualizá-lo para conhecer melhor o seu ciclo menstrual, além de saber o dia aproximado da ovulação1.
1 Ovulação: Ovocitação, oocitação ou ovulação nos seres humanos, bem como na maioria dos mamíferos, é o processo que libera o ovócito II em metáfase II do ovário. (Em outras espécies em vez desta célula é liberado o óvulo.) Nos dias anteriores à ovocitação, o folículo secundário cresce rapidamente, sob a influência do FSH e do LH. Ao mesmo tempo que há o desenvolvimento final do folículo, há um aumento abrupto de LH, fazendo com que o ovócito I no seu interior complete a meiose I, e o folículo passe ao estágio de pré-ovocitação. A meiose II também é iniciada, mas é interrompida em metáfase II aproximadamente 3 horas antes da ovocitação, caracterizando a formação do ovócito II. A elevada concentração de LH provoca a digestão das fibras colágenas em torno do folículo, e os níveis mais altos de prostaglandinas causam contrações na parede ovariana, que provocam a extrusão do ovócito II.
   [Mais...]

Saúde da Mulher - 22/01/10
Cólicas1 menstruais são contrações uterinas dolorosas durante a menstruação2. Estas contrações são às vezes incapacitantes. Cerca de 50% das mulheres que menstruam apresentam cólicas1. Esta condição é tão comum que muitas mulheres não relatam este distúrbio em suas consultas com um ginecologista, o que atrapalha no diagnóstico3 e no tratamento adequados.
1 Cólicas: Dor aguda, produzida pela dilatação ou contração de uma víscera oca (intestino, vesícula biliar, ureter, etc.). Pode ser de início súbito, com exacerbações e períodos de melhora parcial ou total, nos quais o paciente pode estar sentindo-se bem ou apresentar dor leve.
2 Menstruação: Sangramento cíclico através da vagina, que é produzido após um ciclo ovulatório normal e que corresponde à perda da camada mais superficial do endométrio uterino.
3 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
   [Mais...]

Saúde da Mulher - 03/12/09
Nos EUA, cerca de 15 milhões de pessoas sofrem de depressão a cada ano. As mulheres são maioria nesses casos, infelizmente cerca de dois terços delas não conseguem a ajuda que precisam para lidar com este problema. Uma em cada quatro mulheres deve apresentar um episódio de depressão maior ao longo da vida. A depressão é uma condição que pode ser difícil de diagnosticar. Aqui estão algumas informações que você precisa saber para entender o que sente uma pessoa com depressão.   [Mais...]
Saúde da Mulher - 23/07/09
O corrimento vaginal é caracterizado por uma irritação na vagina1 ou na vulva2 ou por saída de secreção vaginal anormal (corrimento) que pode ou não apresentar cheiro desagradável. Pode ser acompanhado de coceira, ardência ou aumento da freqüência urinária.
1 Vagina: Canal genital, na mulher, que se estende do ÚTERO à VULVA. (Tradução livre do original
2 Vulva: Genitália externa da mulher, compreendendo o CLITÓRIS, os lábios, o vestíbulo e suas glândulas.
   [Mais...]

Saúde da Mulher - 10/09/08
O exame de Papanicolau1 é um procedimento que previne o câncer2 de colo3 de útero4 e deve ser realizado por todas as mulheres com vida sexual ativa.
1 Papanicolau: Método de coloração para amostras de tecido, particularmente difundido por sua utilização na detecção precoce do câncer de colo uterino.
2 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
3 Colo: O segmento do INTESTINO GROSSO entre o CECO e o RETO. Inclui o COLO ASCENDENTE; o COLO TRANSVERSO; o COLO DESCENDENTE e o COLO SIGMÓIDE.
4 Útero: Orgão muscular oco (de paredes espessas), na pelve feminina. Constituído pelo fundo (corpo), local de IMPLANTAÇÃO DO EMBRIÃO e DESENVOLVIMENTO FETAL. Além do istmo (na extremidade perineal do fundo), encontra-se o COLO DO ÚTERO (pescoço), que se abre para a VAGINA. Além dos istmos (na extremidade abdominal superior do fundo), encontram-se as TUBAS UTERINAS.
   [Mais...]

Saúde da Mulher - 28/08/08
Tensão Pré-Menstrual (TPM) é um conjunto de sintomas1 que aparecem na segunda fase do ciclo menstrual e desaparecem nos primeiros dias do início do ciclo menstrual. Seus sintomas1 variam de uma mulher para a outra.
1 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
   [Mais...]



Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Assinar