Gostou do artigo? Compartilhe!

Dieta da sopa: o que é? Como fazer? Quais as vantagens e desvantagens?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é a dieta da sopa?

A dieta da sopa é aconselhável para quem quer ou precisa perder peso rapidamente (cerca de sete quilos em uma semana). Ela sugere a substituição das refeições diárias por sopas caseiras, durante uma semana e não é feita só por motivos estéticos, mas costuma ser recomendada por médicos para os pacientes que passaram por uma cirurgia cardíaca ou para aqueles que têm problemas sérios de coração1. O emagrecimento pode ainda ser mais acentuado se o paciente fizer também algum exercício físico como caminhadas, por exemplo. A dieta da sopa foi desenvolvida por alunos da Universidade de São Paulo (USP), especialmente para o Hospital do Coração1, mas sua fama logo se estendeu para as demais pessoas que desejavam perder peso.

Como fazer a dieta da sopa?

O Hospital do Coração1 da USP sugere, para pacientes2 cardiopatas que precisam emagrecer rapidamente, a seguinte dieta:

  • 1º dia: a sopa deve ser tomada pelo menos duas vezes. Com exceção da banana e abacate, todas as frutas são permitidas. Beba bastante água, chás, suco de uva.
  • 2º dia: a sopa pode ser tomada sempre que o paciente desejar. Legumes e verduras são permitidos, assim como uma batata grande cozida com manteiga.
  • 3º dia: sopa pelo menos duas vezes ao dia. Frutas e legumes à vontade, exceto batata.
  • 4º dia: sopa pelo menos duas vezes ao dia. Até oito bananas. Leite desnatado à vontade.
  • 5º dia: sopa pelo menos duas vezes ao dia, 280 a 400 gramas de carne vermelha ou branca grelhada, tomates frescos temperados com sal, limão e azeite de oliva. Beba entre seis a dez copos de água.
  • 6º dia: sopa pelo menos duas vezes ao dia, até três bifes grandes grelhados de carne vermelha ou branca acompanhados de legumes cozidos, exceto batata. Beba água, café, chá e sucos sem açúcar3 à vontade.
  • 7º dia: sopa pelo menos duas vezes ao dia, arroz integral, legumes cozidos ou crus à vontade. Beba água, café, chás e sucos sem açúcar3 à vontade.

As sopas podem ser feitas com louro, berinjela, nabos, cheiro verde, agrião, pimentões, repolho, tomates, aipo, cenouras, vagem, caldo Knorr, alho e jilós. A sopa não deve ser batida no liquidificador e os legumes e verduras devem ser picados em pedaços maiores para assim promover a mastigação. Como forma de melhorar o sabor, é permitido utilizar carne, frango, atum, ovos batidos, purê de batatas, aveia ou queijos.

A dieta da sopa deve ser realizada por uma semana, após a qual deve ser feita uma pausa de alguns dias, para recomeçar um novo processo, se necessário.

Quais são as principais vantagens e desvantagens da dieta da sopa?

A principal vantagem da dieta da sopa é que ela pode proporcionar um emagrecimento significativo em prazo curto, o que para cardíacos é muito importante. Outras vantagens:

  • É simples e qualquer pessoa pode prepará-la, de acordo com a receita.
  • Os alimentos do cardápio são comuns e facilmente encontráveis.
  • Legumes e verduras são ricos em vitaminas e minerais e ajudam no bom funcionamento do organismo.

Já o lado negativo fica por conta da baixa ingestão de calorias4, que não atende às necessidades energéticas diárias. Seguir essa dieta por um tempo maior que o recomendado resulta em sérias carências e ocasiona fraquezas, cansaço e tonturas5. Outro fator desvantajoso é que esta dieta não promove uma reeducação alimentar e não promove uma mudança de hábitos alimentares, o que compromete o controle permanente do peso.

Como evolui a dieta da sopa?

O paciente pode tomar essa sopa a qualquer momento do dia porque ela queima calorias4 e quanto mais se ingere dela, mais se perde peso.

A monotonia que a dieta representa também pode ser apontada como outra desvantagem. Para quebrar o sabor monótono das sopas pode-se acrescentar a elas pimenta do reino ou outro tempero.

Essa dieta não deve ser feita por mais de duas semanas, para não gerar fraquezas e estados carenciais.

ABCMED, 2014. Dieta da sopa: o que é? Como fazer? Quais as vantagens e desvantagens?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/obesidade/542572/dieta-da-sopa-o-que-e-como-fazer-quais-as-vantagens-e-desvantagens.htm>. Acesso em: 1 ago. 2021.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Coração: Órgão muscular, oco, que mantém a circulação sangüínea.
2 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
3 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
4 Calorias: Dizemos que um alimento tem “x“ calorias, para nos referirmos à quantidade de energia que ele pode fornecer ao organismo, ou seja, à energia que será utilizada para o corpo realizar suas funções de respiração, digestão, prática de atividades físicas, etc.
5 Tonturas: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Endocrinologia E Metabologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.