Atalho: 6DX2FNE
Gostou do artigo? Compartilhe!

Queimaduras. Você conhece os primeiros socorros?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

A melhor de todas as providências com relação às queimaduras é preveni-las. As queimaduras podem ser simples ou muito graves, inclusive fatais. As queimaduras simples podem ser tratadas por você mesmo, em casa, mas as mais graves constituem uma ocorrência médica muito complexa e requerem tratamento especializado em ambiente hospitalar.

Como num ou noutro caso geralmente são as pessoas leigas que fazem os primeiros contatos com o problema, algumas informações sobre primeiros socorros podem ser relevantes.

As queimaduras podem resultar de calor intenso aplicado sobre a pele1, de substâncias corrosivas ou de radiação solar ou elétrica. Até mesmo o frio pode gerar queimaduras.

Como são as queimaduras?

As queimaduras podem ser:

  • Queimaduras de primeiro grau:

Essas queimaduras atingem apenas a epiderme2, camada mais superficial da pele1. As lesões3 são superficiais. O local fica vermelho, um pouco inchado e há alguma dor. Não se formam bolhas. É uma queimadura leve e só demanda atendimento médico se for muito extensa.

  • Queimaduras de segundo grau:

Atinge a epiderme2 e a derme4 (primeira e segunda camadas da pele1). As lesões3 são mais profundas. O local fica vermelho, inchado e com bolhas. Há liberação de exsudato5 e a dor é intensa. Sua significação clínica depende da área corporal atingida. É considerada muito grave quando atinge o rosto, o pescoço6, o tórax7, as mãos8, os pés, as virilhas, as articulações9, etc.

  • Queimaduras de terceiro grau:

Atingem todas as camadas da pele1 e podem chegar aos músculos10 e ossos. Toda queimadura de terceiro grau é grave. Como os nervos são destruídos, as queimaduras do terceiro grau, em si mesmas, não produzem dor. No entanto, o indivíduo pode sentir dores intensas, oriundas das áreas que sofreram queimaduras de primeiro e segundo graus. As lesões3 dessas queimaduras são escuras, se carbonizadas, ou esbranquiçadas.

O que fazer diante de uma pessoa queimada?

Os cuidados gerais diante de um acidente que ocasionou queimaduras em alguém são:

  • Tente identificar o fator causal.
  • Avalie o ambiente onde está a pessoa queimada e se ele não oferecer perigo, retire a vítima do ambiente. Mantenha o local bem arejado, abrindo portas e janelas, se possível. Caso tenha dificuldades, procure ajuda.
  • Em caso de queimaduras extensas mantenha a vítima aquecida.
  • Se a vítima estiver inconsciente, coloque-a deitada de lado.
  • Nos casos graves, transporte a vítima o mais rápido possível para um hospital.
  • Utilize luvas e haja com cuidado, evitando apoiar-se sobre as lesões3!
  • Lave a região com muita água corrente fria por 10-15 minutos.
  • Remova as roupas e adereços que não estejam aderidos à pele1. Se estiverem grudados, não os retire.
  • Se houver bolhas, não as rompa, porque isso aumenta a perda de líquido e abre uma porta para infecções11.
  • Cubra a área queimada com gazes molhadas em soro12 fisiológico13 ou água limpa. Enrole-as com ataduras também molhadas. Não faça curativos com gases ou ataduras que possam aderir às lesões3.
  • Não ofereça medicamentos ou alimentos à vítima porque pode ser necessária uma cirurgia de emergência14, que exige jejum.
  • Nas queimaduras mais graves, remova a vítima para o hospital mais próximo. Em se tratando de queimaduras químicas, faça isso sempre.

Quais são os primeiros socorros em queimaduras de primeiro grau?

  • Use muita água fria para resfriar o local; de preferência água corrente. Compressas frias também podem ser usadas. Evite gelo, pois ele pode queimar ainda mais a pele1 lesionada ou grudar no local em que foi colocado, levando consigo a pele1 que protegeria esta região e agravando ainda mais a lesão15.
  • Quando enxugar o local, faça-o cuidadosamente, sem esfregar a pele1.
  • Feche o local com uma compressa limpa e úmida, sem apertar.
  • A vítima deve tomar bastante água e remédios para dor, se necessário.

Quais são os primeiros socorros em queimaduras de segundo grau?

  • Use muita água fria para resfriar o local; de preferência água corrente. Compressas frias também podem ser usadas. Evite gelo, pois ele pode queimar ainda mais a pele1 lesionada ou grudar no local em que foi colocado, levando consigo a pele1 que protegeria esta região e agravando ainda mais a lesão15.
  • Quando enxugar o local, faça-o cuidadosamente, sem esfregar.
  • Feche o local com uma compressa limpa e úmida, sem apertar.
  • Procure assistência médica. Se muito extensas, essas queimaduras representam uma urgência16 médica.

Quais são os primeiros socorros em queimaduras de terceiro grau?

  • Retire as roupas ou acessórios que não estejam aderidos à pele1. Se estiverem aderidos, não os retire.
  • Resfrie o local com compressas frias. Nas queimaduras pequenas (menores de 5 centímetros) pode-se usar água corrente ou imergir a parte queimada em um recipiente com água fria. No primeiro caso, deve-se ter cuidado para que a força do jato de água não aumente as lesões3, não provoque dor e não arrebente as bolhas. Nunca use gelo.
  • Se a queimadura atingiu grande extensão e afetou o sistema regulador da temperatura, a vítima deve manter-se aquecida.
  • Faça um curativo com uma compressa limpa e úmida, sem apertar. Tenha cuidado para que os dedos das mãos8 ou pés não grudem um no outro.
  • Não ofereça alimentos, medicamentos ou água, pois a vítima pode precisar de uma anestesia17 ou cirurgia de emergência14.
  • Procure por socorro médico ou hospitalar imediatamente. Trata-se sempre de uma urgência16 médica.

O que não fazer nas queimaduras?

  • Em casos de fogo, não abane. Abafe-o.
  • Nunca passe óleo, manteiga, creme, loção ou quaisquer outras substâncias sobre as lesões3. Além de nada adiantarem com relação às queimaduras, podem levar contaminações a elas.
  • Não tente retirar as partes da roupa queimada que estejam grudadas na pele1.
  • Não mexa nas lesões3, principalmente se a pele1 estiver levantando. Nunca arranque a pele1 mesmo se parecer estar solta.
  • Não fure as bolhas, se houver. Não as rompa, porque isso aumenta a perda de líquido e abre portas para as infecções11.
  • Não passe material felpudo ou chumaço de algodão sobre as lesões3 porque eles podem soltar pelos que se aderem às lesões3.
ABCMED, 2012. Queimaduras. Você conhece os primeiros socorros?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/291575/queimaduras+voce+conhece+os+primeiros+socorros.htm>. Acesso em: 10 dez. 2018.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
2 Epiderme: Camada superior ou externa das duas camadas principais da pele.
3 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
4 Derme: Camada interna das duas principais camadas da pele. A derme é formada por tecido conjuntivo, vasos sanguíneos, glândulas sebáceas e sudoríparas, nervos, folículos pilosos e outras estruturas. É constituída por uma fina camada superior que é a derme papilar e uma camada mais grossa, mais baixa, que é a derme reticular.
5 Exsudato: Líquido com alto teor de proteínas séricas e leucócitos, produzido como reação a danos nos tecidos e vasos sanguíneos.
6 Pescoço:
7 Tórax: Parte superior do tronco entre o PESCOÇO e o ABDOME; contém os principais órgãos dos sistemas circulatório e respiratório. (Tradução livre do original Sinônimos: Peito; Caixa Torácica
8 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
9 Articulações:
10 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
11 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
12 Soro: Chama-se assim qualquer líquido de características cristalinas e incolor.
13 Fisiológico: Relativo à fisiologia. A fisiologia é estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
14 Emergência: 1. Ato ou efeito de emergir. 2. Situação grave, perigosa, momento crítico ou fortuito. 3. Setor de uma instituição hospitalar onde são atendidos pacientes que requerem tratamento imediato; pronto-socorro. 4. Eclosão. 5. Qualquer excrescência especializada ou parcial em um ramo ou outro órgão, formada por tecido epidérmico (ou da camada cortical) e um ou mais estratos de tecido subepidérmico, e que pode originar nectários, acúleos, etc. ou não se desenvolver em um órgão definido.
15 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
16 Urgência: 1. Necessidade que requer solução imediata; pressa. 2. Situação crítica ou muito grave que tem prioridade sobre outras; emergência.
17 Anestesia: Diminuição parcial ou total da sensibilidade dolorosa. Pode ser induzida por diferentes medicamentos ou ser parte de uma doença neurológica.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Atendimento ao Queimado?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.

Comentários

30/03/2016 - Comentário feito por osana
A Eliana se contradisse em seu comentári...
A Eliana se contradisse em seu comentário. no primeiro momento ela disse que a lavagem da lesão com soro fisiológico resultaria em maior alívio da dor e depois ela diz que ele não proporciona grande alívio da dor. Acho que no momento de um acidente, como a queimadura ,geralmente vc não tem soro fisiológico em quantidade adequada ao alcance. vc tem que agir rápido e esfriar o local e para isso, água tratada geralmente todos têm em casa e é a melhor opção.

21/12/2015 - Comentário feito por Eliana
Sobre as orientações sobre os pri...
Sobre as orientações sobre os primeiros socorros para vítimas de queimadura, vocês esqueceram de mencionar o procedimento mais eficaz e que proporciona o maior alívio da dor que é lavar com abundância o local com soro fisiológico... Muito mais eficaz do que a própria água corrente que ajuda muito e é o adequado a fazer no primeiro momento, mas que não proporciona um grande alívio da dor.

  • Entrar
  • Assinar
O AbcMed® é parte integrante da Plataforma HiDoctor® e é oferecido a você gratuitamente.