Atalho: 6JMVJSW
Gostou do artigo? Compartilhe!

O que é lipoma?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

Lipoma1 é um tumor2 benigno de tecido gorduroso3 que surge na região subcutânea4, mais comum no adulto. Seu crescimento ocorre de forma progressiva, gerando grande incômodo estético e físico, pois esses tumores podem crescer bastante.

Quais são as causas do lipoma1?

O lipoma1 é um tumor2 resultante do acúmulo de células5 gordurosas (adipócitos6), mais frequentes entre os 40 e 60 anos, mas podem acometer crianças. Geralmente eles apresentam pequeno tamanho, mas podem crescer lentamente até adquirirem uma grande dimensão. Quando há lesões7 múltiplas e, algumas vezes, dolorosas, denomina-se lipomatose, que é uma síndrome8 familiar adquirida.

Quais são os sinais9 e sintomas10 do lipoma1?

Os lipomas podem ser únicos ou múltiplos e o tamanho deles é variável, indo de meio centímetro a vários centímetros. Em sua maioria são tumores pequenos.

Em geral, os lipomas são assintomáticos, mas podem se tornar dolorosos. São lesões7 percebidas no exame clínico do paciente, através das queixas, da inspeção11 e da palpação12. Os lipomas são tumores de consistência mole, fazem relevo sob a pele13, são móveis e palpáveis. Outras lesões7 subcutâneas podem ser confundidas com lipomas, inclusive lesões7 malignas, como sarcomas e metástases14 cutâneas15.

Lipoma

Como o médico diagnostica o lipoma1?

O diagnóstico16 do lipoma1 é realizado através de exame clínico. Após sua retirada, o material é enviado para análise anatomopatológica para confirmação diagnóstica.

Como o médico trata o lipoma1?

O tratamento do lipoma1, usualmente simples, é cirúrgico e na maior parte das vezes pode ser realizado em consultório, através da excisão da lesão17. Em alguns casos, pode-se realizar lipoaspiração da lesão17. Por vezes, o lipoma1 se localiza por baixo da fáscia18 muscular, dentro ou abaixo do músculo, o que dificulta a remoção do tumor2 pela técnica tradicional e impede também a lipoaspiração.

Como prevenir o lipoma1?

Até o momento, não há como prevenir este tipo de patologia19.

ABCMED, 2012. O que é lipoma?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/309325/o+que+e+lipoma.htm>. Acesso em: 15 abr. 2021.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Lipoma: Tumor benigno derivado do tecido adiposo. São muito freqüentes e apresentam-se como tumorações moles debaixo da pele, que crescem lentamente ao longo de anos. Podem ser retirados por motivos estéticos.
2 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
3 Tecido Gorduroso: Tecido conjuntivo especializado composto por células gordurosas (ADIPÓCITOS). É o local de armazenamento de GORDURAS, geralmente na forma de TRIGLICERÍDEOS. Em mamíferos, existem dois tipos de tecido adiposo, a GORDURA BRANCA e a GORDURA MARROM. Suas distribuições relativas variam em diferentes espécies sendo que a maioria do tecido adiposo compreende o do tipo branco.
4 Subcutânea: Feita ou situada sob a pele; hipodérmica.
5 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
6 Adipócitos: Células do corpo que geralmente armazenam GORDURAS na forma de TRIGLICERÍDEOS. Os ADIPÓCITOS BRANCOS são os tipos predominantes encontrados, na maioria das vezes, na cavidade abdominal e no tecido subcutâneo. Os ADIPÓCITOS MARRONS são células termogênicas que podem ser encontradas em recém-nascidos de algumas espécies e em mamíferos que hibernam.
7 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
8 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
9 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
10 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
11 Inspeção: 1. Ato ou efeito de inspecionar; exame, vistoria, inspecionamento. 2. Ato ou efeito de fiscalizar; fiscalização, supervisão, observação. 3. Exame feito por inspetor (es).
12 Palpação: Ato ou efeito de palpar. Toque, sensação ou percepção pelo tato. Em medicina, é o exame feito com os dedos ou com a mão inteira para explorar clinicamente os órgãos e determinar certas características, como temperatura, resistência, tamanho etc.
13 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
14 Metástases: Formação de tecido tumoral, localizada em um lugar distante do sítio de origem. Por exemplo, pode se formar uma metástase no cérebro originário de um câncer no pulmão. Sua gravidade depende da localização e da resposta ao tratamento instaurado.
15 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
16 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
17 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
18 Fáscia: Fáscia é uma bainha, uma folha ou qualquer outra agregação dissecável de tecido conjuntivo que se forma sob a pele para anexar, fechar e separar músculos e outros órgãos internos. Ela é composta de tecidos conectivos fibrosos, moles, colágenos, soltos e densos espalhados por todo o corpo. O sistema fascial interpenetra e envolve todos os órgãos, músculos, ossos e fibras nervosas, dotando o corpo de uma estrutura funcional e proporcionando um ambiente que permite que todos os sistemas corporais operem de forma integrada.
19 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Cirurgia Plástica?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.

Comentários

14/07/2016 - Comentário feito por Jefferson
Em 2004, fui submetido a cirurgia para retirada...
Em 2004, fui submetido a cirurgia para retirada dos lipomas localizados na coxas direita e esquerda. O médico Dr. Marcio Ribeiro Barbosa, excelente dermatologista, subtraiu todos os lipomas com sucesso, em 2006 foram retirados outros lipomas localizados na parte das costas, também com o mesmo dermatologista, com 100% de exito. Em agosto deste ano 2016 irei ser submetido novamente á retirada de lipomas agora localizados no abdômen, com o mesmo médico.
Por este motivo que eu digo, se você tem receio de ser submetido ao tratamento cirurgico para a retirada dos lipomas, deixe de te-lo pois a cirurgia no meu caso está sendo excelente.

12/03/2016 - Comentário feito por Lauro
De acordo com medico eu tenho dois lipomas den...
De acordo com medico eu tenho dois lipomas dentro da panturrilha esquerda, entre os músculos, e ele disse que não é aconselhável fazer cirurgia, pois pode provocar sequelas, já que vai ter que abrir o músculo da perna. Não sei o que faço!! Pois eles doem muito!! e agora?

09/10/2015 - Comentário feito por Dayane
Nem sempre o Lipoma pode ser tão simples...
Nem sempre o Lipoma pode ser tão simples. Desenvolvi o meu ainda quando bebe, que só foi notado quando dei os primeiros passos. Fiz três cirurgias ao longo da infância e possuo "sequelas" até hoje. De fato não em razão do tumor, mais do local em que ele se desenvolveu, próximo a musculatura da panturrilha esquerda e entre nervos e tendão. O que fez que eu perdesse parte da musculatura da perna, que acabou ficando uns 5 cm mais fina.

27/06/2015 - Comentário feito por jessica
Muito esclarecedor e de Fácil entendimen...
Muito esclarecedor e de Fácil entendimento . Tenho 18 anos , meu lipoma surgiu desde os 4 anos de idade . Como citado ,ele cresceu de acordo com o meu crescimento .Amanhã irei retira-lo no bloco cirurgico ,ele esta localizado na minha mão esquerda na regiao tenar bem perto do musculo . Irei retira-lo antes que cresca mais e me cause mais incomodo mais pra frente , pois há dor quando é apalpado.

30/12/2014 - Comentário feito por Lia
Informações úteis. No meu ...
Informações úteis. No meu caso, tenho no ombro direito e lado esquerdo da coluna (lombar). O ortopedista disse que "não precisava mexer", mas agora está causando incomodo e dor. EU NÃO SABI QUE MÉDICOS PROCURAR. Vou buscar no convênio apoio com dermatos ou cirug. geral para retirada. Obrigada.

28/12/2014 - Comentário feito por Roosewaldo
Exatamente como falou o meu médico. muit...
Exatamente como falou o meu médico. muito bom esse site, vou recomendar. No tocante a informação eu também fui diagnosticado com um desses lipoma que no meu caso surgiu do lado direito abaixo das costelas...o meu dói se apalpar com força mas no geral não incomoda,apenas ele está progredindo a cada dia..porém já estou com a guia médica para pericia e logo após autorizada eu serei submetido a cirurgia.

28/10/2014 - Comentário feito por Ricardo
Muito bem explicado.
Tenho uma coleç...
Muito bem explicado.
Tenho uma coleção destes no corpo.

20/10/2014 - Comentário feito por Alcebíades
Muito útil. Bem explicado. obrigado !.
Muito útil. Bem explicado. obrigado !.

06/08/2014 - Comentário feito por Helder
Fiz a cirurgia hoje. Meu lipoma era na regi&ati...
Fiz a cirurgia hoje. Meu lipoma era na região da clavícula. Simples e não dói. Vá logo antes que cresça muito. Procure dermatologista ou cirurgião plástico, fiz com o plástico.

17/07/2014 - Comentário feito por Marcia
Eu já tive dois um nas costas,ombro dire...
Eu já tive dois um nas costas,ombro direito e apareceu outro no ombro esquerdo.Gostaria de saber o que faco para não ter mais isso.Boa tarde.

  • Entrar
  • Receber conteúdos