Atalho: 6DZ21WT
Gostou do artigo? Compartilhe!

Insolação. O que é?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é insolação?

Insolação é o acidente provocado ela exposição prolongada a um ambiente quente e seco. A insolação mais comum é a que resulta da exposição direta e prolongada ao sol. Ela causa um distúrbio no mecanismo de controle da temperatura do corpo e pode provocar febre1 alta, pele2 seca e avermelhada, pulsação acelerada, falta de ar, enjoo, vômitos3, tonturas4 e até desmaios.

A intensidade varia desde um grau mais simples, em que uma pessoa fica exposta ao sol mais tempo do que o indicado, até aqueles mais graves, em que uma pessoa precisa ficar compulsoriamente exposta ao sol como, por exemplo, os náufragos em um bote.

Em crianças e idosos a insolação geralmente é mais grave.

Quais são os sintomas5 causados pela insolação?

Os sintomas5 mais frequentes da insolação são a desidratação6 e a queimadura da pele2. Quando uma pessoa fica muito tempo exposta ao sol, as células7 da sua pele2 são destruídas e o líquido que fica entre elas é eliminado, levando a uma grande perda de água pelo organismo. Outros sintomas5 são: dor de cabeça8, tontura9, vertigem10, falta de ar, aumento da temperatura corporal, mal-estar e vômitos3.

Quais são os cuidados diante de um caso de insolação?

São medidas que você pode tomar por si mesmo, esperar que tomem por você ou usar com outras pessoas acidentadas, dependendo das circunstâncias. São elas:

  • Tomar um banho frio de chuveiro ou banheira ou cobrir o corpo com toalhas molhadas em água fria, para diminuir a temperatura corporal. Aplique essas compressas principalmente na testa, pescoço11, axilas e virilhas.
  • Ficar em lugar fresco, arejado e à sombra, com a cabeça8 elevada. De preferência um lugar com ar condicionado frio ou sob o fluxo de um ventilador. Se, por acaso, tratar-se de um caso grave e a pessoa estiver inconsciente, deite-a com a cabeça8 de lado para evitar que ela aspire possíveis vômitos3.
  • Beber bastante água, sucos ou outros líquidos para hidratar. Jamais tome ou dê bebida alcóolica.
  • Umedecer os lábios com tecido12 ou algodão molhado para aliviar a secura.
  • Beber pequenos goles de água com sal (uma colher pequena de sal para cada litro de água).
  • Remover o máximo de peças de roupas. Se possível, ficar nu.
  • Se houver condições, borrifar água fria em todo corpo. Faça-o delicadamente.
  • Usar um hidratante corporal.
  • Fazer uma alimentação leve, de fácil digestão13, evitando exageros.
  • Observar os sinais vitais14 como batimentos cardíacos, respiração, pressão arterial15, etc.

Quando a situação é grave, pode ser necessária a internação para hidratação venosa.

Como proteger-se da insolação?

  • Evite tomar sol entre 10 horas e 16 horas.
  • Hidrate a pele2.
  • Não faça exercícios físicos sob o sol, neste horário.
  • Se você expuser-se ao sol, tome pelo menos três litros de água por dia.
  • Coloque protetor solar pelo menos 15 minutos antes da exposição ao sol e reaplique-o a cada duas horas.
  • Use sabonetes glicerinados.
  • Use óculos escuros para proteger os olhos16.
  • Se o sol estiver muito quente, não use bronzeadores ou repelentes de insetos.
ABCMED, 2012. Insolação. O que é?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/291840/insolacao+o+que+e.htm>. Acesso em: 5 dez. 2019.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
2 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
3 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
4 Tonturas: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
5 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
6 Desidratação: Perda de líquidos do organismo pelo aumento importante da freqüência urinária, sudorese excessiva, diarréia ou vômito.
7 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
8 Cabeça:
9 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
10 Vertigem: Alucinação de movimento. Pode ser devido à doença do sistema de equilíbrio, reação a drogas, etc.
11 Pescoço:
12 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
13 Digestão: Dá-se este nome a todo o conjunto de processos enzimáticos, motores e de transporte através dos quais os alimentos são degradados a compostos mais simples para permitir sua melhor absorção.
14 Sinais vitais: Conjunto de variáveis fisiológicas que são pressão arterial, freqüência cardíaca, freqüência respiratória e temperatura corporal.
15 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
16 Olhos:
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Dermatologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.