Atalho: 6ZBFK0G
Gostou do artigo? Compartilhe!

O que é espirometria e para que ela serve?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é espirometria1?

Espirometria1 é um teste que mede a quantidade de ar que uma pessoa é capaz de inspirar ou expirar a cada vez que respira, ou seja, a quantidade de ar que um indivíduo é capaz de colocar para dentro e para fora dos pulmões2 e a velocidade com que o faz.

Em que consiste a espirometria1?

A espirometria1 é um exame não invasivo e indolor, que dura cerca de meia hora. Geralmente o paciente estará sentado e deverá respirar através de um tubo contendo um bocal, conectado ao espirômetro. Uma presilha de borracha tapará seu nariz3, garantindo que toda respiração seja feita pela boca4 e tenha que passar pelo aparelho. Durante o exame será alternativamente pedido ao paciente que respire tranquilamente por algum tempo; que encha o pulmão5 completamente; que assopre com o máximo de força e rapidez possível e, depois, lentamente. O teste poderá ser repetido, depois de aplicado ao paciente uma medicação broncodilatadora, geralmente sob a forma de spray. Esse exame gera, no computador, uma série de curvas, tabelas e gráficos que o médico analisará e que fornecerá uma série de parâmetros que o informarão sobre as condições ventilatórias do paciente (volume expirado forçado (VEF), capacidade vital forçada6 (CVF), volume residual7 (VR) e muitos outros).

Devo fazer algum preparo para este exame?

O preparo para o exame é muito simples. O paciente deve estar em repouso por cinco a dez minutos antes do exame. Não é necessário jejum, mas não devem ser usados chás, cafés ou bebidas alcoólicas cerca de seis horas antes do início do exame. A maioria das medicações pode continuar sendo utilizada, devendo-se suspender por quatro horas o uso de broncodilatadores8 de ação rápida e por doze horas os de ação prolongada. Não se deve fumar nas duas horas que antecedem o exame.

A espirometria1 não deve ser realizada caso a pessoa esteja gripada ou resfriada.

Para que serve a espirometria1?

A espirometria1 serve para diagnosticar ou acompanhar a evolução de doenças pulmonares e para avaliar a capacidade pulmonar em pré-operatórios ou mesmo em pessoas sadias que queiram aferir sua capacidade respiratória (atletas, por exemplo). Ela serve para indicar se a quantidade de ar inspirado está sendo suficiente para as necessidades do indivíduo ou se há alguma obstrução pulmonar. Em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), asma9, bronquite, enfisema10, fibrose11 e outras doenças pulmonares, a espirometria1, feita periodicamente, serve para avaliar o efeito do tratamento médico.

ABCMED, 2013. O que é espirometria e para que ela serve?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/exames-e-procedimentos/354044/o-que-e-espirometria-e-para-que-ela-serve.htm>. Acesso em: 10 dez. 2018.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Espirometria: Exame que permite aferir o fluxo de ar nas vias aéreas ou brônquios, comparando os resultados com os obtidos por pessoas saudáveis com a mesma idade e altura. Serve para a investigação de sintomas respiratórios; diagnóstico e avaliação de asma, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) ou bronquite causada pelo cigarro; incapacidade funcional; avaliação pós-operatória e avaliação e diagnóstico de doenças respiratórias relacionadas ao trabalho. O exame têm duração média de 30 minutos.
2 Pulmões: Órgãos do sistema respiratório situados na cavidade torácica e responsáveis pelas trocas gasosas entre o ambiente e o sangue. São em número de dois, possuem forma piramidal, têm consistência esponjosa e medem cerca de 25 cm de comprimento. Os pulmões humanos são divididos em segmentos denominados lobos. O pulmão esquerdo possui dois lobos e o direito possui três. Os pulmões são compostos de brônquios que se dividem em bronquíolos e alvéolos pulmonares. Nos alvéolos se dão as trocas gasosas ou hematose pulmonar entre o meio ambiente e o corpo, com a entrada de oxigênio na hemoglobina do sangue (formando a oxiemoglobina) e saída do gás carbônico ou dióxido de carbono (que vem da célula como carboemoglobina) dos capilares para o alvéolo.
3 Nariz: Estrutura especializada que funciona como um órgão do sentido do olfato e que também pertence ao sistema respiratório; o termo inclui tanto o nariz externo como a cavidade nasal.
4 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
5 Pulmão: Cada um dos órgãos pareados que ocupam a cavidade torácica que tem como função a oxigenação do sangue.
6 Capacidade vital forçada: Representa o volume máximo de ar exalado com esforço máximo, a partir do ponto de máxima inspiração.
7 Volume residual: Volume de ar que permanece no pulmão após uma expiração máxima.
8 Broncodilatadores: São substâncias farmacologicamente ativas que promovem a dilatação dos brônquios.
9 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
10 Enfisema: Doença respiratória caracterizada por destruição das paredes que separam um alvéolo de outro, com conseqüente perda da retração pulmonar normal. É produzida pelo hábito de fumar e, em algumas pessoas, pela deficiência de uma proteína chamada Antitripsina.
11 Fibrose: 1. Aumento das fibras de um tecido. 2. Formação ou desenvolvimento de tecido conjuntivo em determinado órgão ou tecido como parte de um processo de cicatrização ou de degenerescência fibroide.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Pneumologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.

Comentários

29/07/2015 - Comentário feito por Ingrid
Achei Super Interessante, esclarece bem e tirei...
Achei Super Interessante, esclarece bem e tirei minhas dúvidas.

05/05/2015 - Comentário feito por patricia
Fiquei muito satisfeita com essa explicação por...
Fiquei muito satisfeita com essa explicação porque meu filho tem asma e vai fazer esse exame amanhã. Ele tem 6 anos e já teve internado na uti por conta da asma e na época que ele ficou internado ele teve atelectasia no pulmão, passamos um susto muito grande, mas graças a Deus ele está ótimo. Agora ele fará esse exame amanhã. Obrigada.

01/08/2014 - Comentário feito por rosalia
Achei interessante a informação,s...
Achei interessante a informação,simples e bem objetiva e me ajudará a esclarecer e orientar aos pacientes que possam apresentar alguma dificuldade respiratória a buscar ajuda de profissionais qualificados.
obrigado.

26/06/2014 - Comentário feito por fatima
Bem esclarecedora. Meu esposo fez , mas ,n&atil...
Bem esclarecedora. Meu esposo fez , mas ,não foi aplicado broncodilatador. O que significa se a pessoa não consegue concluir o exame?

10/04/2014 - Comentário feito por Marcelo
Re: O que é espirometria e para que ela serve?
Parabéns, tirou todas minhas dúvidas.

21/08/2013 - Comentário feito por stela
Re: O que é espirometria e para que ela serve?
Conteúdo muito esclarecedor, não deixa dúvidas.

23/05/2013 - Comentário feito por mario
Re: O que é espirometria e para que ela serve?
gostei do artigo , muito rico
tenho asma severa e gostaria
de passar por este exame

  • Entrar
  • Assinar
O AbcMed® é parte integrante da Plataforma HiDoctor® e é oferecido a você gratuitamente.