Atalho: 6FGRD2F
Gostou do artigo? Compartilhe!

Câimbras: quais são as causas e como evitá-las?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que são câimbras1?

Cãibras (ou câimbras1) são contrações involuntárias e dolorosas de um músculo esquelético2. Elas são mais frequentes nos músculos3 das panturrilhas4, mas podem ocorrer em outros grupos musculares tais como coxas5, mãos6, pés, pescoço7, etc.

Ocorrem usualmente durante a noite ou durante exercícios físicos extenuantes. Elas estão relacionadas ao acúmulo de ácido lático e podem aparecer em casos de hipocalcemia8, hipopotassemia9 e baixa oxigenação.

A câimbra ainda é objeto de estudo, mas é certo que o espasmo10 é de origem neuromuscular. Um músculo isolado, levado a um estado de "hiperencurtamento", permanece em contração por algum tempo, a menos que seja forçado a se estender novamente, gerando dor.

Quais são as causas das câimbras1?

Quando um músculo se contrai ele dispara cargas elétricas dentro do cérebro11. Essas cargas alteram o equilíbrio de sódio e potássio da célula12. O músculo então se contrai involuntariamente e ocorre a contração muscular. A câimbra está relacionada à carência de nutrientes como o magnésio, encontrado nos vegetais de folhas verdes escuras (couve, rúcula, escarola, espinafre, agrião etc.), nos grãos (feijão, lentilha, grão-de-bico etc.) e cereais integrais. São necessárias também boas condições de oxigenação para evitar as câimbras1.

Quais são os fatores que podem desencadear as câimbras1?

  • Cansaço muscular, por praticar excessivamente algum esporte, ficar muito tempo em pé ou carregar um peso por longo tempo, como na gravidez13, por exemplo. Outra possibilidade durante a gestação é a pressão que o útero14 exerce sobre os nervos que vão até as pernas.
  • Grandes perdas de sódio e de líquidos e a escassez de minerais como o cálcio, o magnésio e o potássio em circulação15 no sangue16.
  • Excesso de fósforo (presente em frios, salgadinhos e refrigerantes).
  • Diabetes mellitus17, doenças neurológicas ou problemas vasculares18.

Como evitar as câimbras1?

  • Alongar-se antes de dormir.
  • Evitar passar muito tempo de pé ou sentado e tentar não usar salto alto.
  • Se tiver de ficar sentado por longos períodos, movimente o tornozelo e os dedos dos pés.
  • Comer alimentos ricos em cálcio e potássio (banana, suco de laranja, água de coco, etc.).
  • Evitar refrigerantes, pois contêm bastante fósforo.
  • Beber muito líquido para ficar hidratado durante o exercício.
  • Repor níveis de sódio durante os exercícios e transpiração19 abundante.
  • Assegurar uma recuperação nutricional adequada.
  • Descansar os músculos3 após um treino intenso.

Existem soluções rápidas para câimbras1 já instaladas?

  • Alongar a massa muscular afetada.
  • Respirar profundamente.
  • Massagear a área afetada (ajuda a diminuir a dor e melhora a circulação15).
  • Estimular a recuperação (descanso e reidratação com líquidos que contenham eletrólitos20).
  • Colocar compressa quente ou tomar um banho quente.
  • Caminhar um pouco.

Como tratar as câimbras1?

Existem condições clínicas que levam a câimbras1 e que devem ser tratadas especificamente por profissionais de saúde21 de acordo com o quadro clínico apresentado (clínico geral, angiologista, reumatologista, ortopedista, neurologista22, obstetra, endocrinologista23, etc.).

ABCMED, 2012. Câimbras: quais são as causas e como evitá-las?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/296750/caimbras-quais-sao-as-causas-e-como-evita-las.htm>. Acesso em: 19 set. 2019.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Câimbras: Contrações involuntárias, espasmódicas e dolorosas de um ou mais músculos.
2 Músculo Esquelético: Subtipo de músculo estriado fixado por TENDÕES ao ESQUELETO. Os músculos esqueléticos são inervados e seu movimento pode ser conscientemente controlado. Também são chamados de músculos voluntários.
3 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
4 Panturrilhas: 1. Proeminência muscular, situada na face posterossuperior da perna, formada especialmente pelos músculos gastrocnêmio e sóleo; sura, barriga da perna. 2. Por extensão de sentido, enchimento usado por baixo das meias, para melhorar a aparência das pernas.
5 Coxas: É a região situada abaixo da virilha e acima do joelho, onde está localizado o maior osso do corpo humano, o fêmur.
6 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
7 Pescoço:
8 Hipocalcemia: É a existência de uma fraca concentração de cálcio no sangue. A manifestação clínica característica da hipocalcemia aguda é a crise de tetania.
9 Hipopotassemia: Concentração sérica de potássio inferior a 3,5 mEq/l. Pode ocorrer por alterações na distribuição de potássio (desvio do compartimento extracelular para intracelular) ou de reduções efetivas no conteúdo corporal de potássio por uma menor ingesta ou por perda aumentada. Fraqueza muscular e arritimias cardíacas são os sinais e sintomas mais comuns, podendo haver também poliúria, polidipsia e constipação. Pode ainda ser assintomática.
10 Espasmo: 1. Contração involuntária, não ritmada, de um ou vários músculos, podendo ocorrer isolada ou continuamente, sendo dolorosa ou não. 2. Qualquer contração muscular anormal. 3. Sentido figurado: arrebatamento, exaltação, espanto.
11 Cérebro: Derivado do TELENCÉFALO, o cérebro é composto dos hemisférios direito e esquerdo. Cada hemisfério contém um córtex cerebral exterior e gânglios basais subcorticais. O cérebro inclui todas as partes dentro do crânio exceto MEDULA OBLONGA, PONTE e CEREBELO. As funções cerebrais incluem as atividades sensório-motora, emocional e intelectual.
12 Célula: Unidade funcional básica de todo tecido, capaz de se duplicar (porém algumas células muito especializadas, como os neurônios, não conseguem se duplicar), trocar substâncias com o meio externo à célula, etc. Possui subestruturas (organelas) distintas como núcleo, parede celular, membrana celular, mitocôndrias, etc. que são as responsáveis pela sobrevivência da mesma.
13 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
14 Útero: Orgão muscular oco (de paredes espessas), na pelve feminina. Constituído pelo fundo (corpo), local de IMPLANTAÇÃO DO EMBRIÃO e DESENVOLVIMENTO FETAL. Além do istmo (na extremidade perineal do fundo), encontra-se o COLO DO ÚTERO (pescoço), que se abre para a VAGINA. Além dos istmos (na extremidade abdominal superior do fundo), encontram-se as TUBAS UTERINAS.
15 Circulação: 1. Ato ou efeito de circular. 2. Facilidade de se mover usando as vias de comunicação; giro, curso, trânsito. 3. Movimento do sangue, fluxo de sangue através dos vasos sanguíneos do corpo e do coração.
16 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
17 Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).
18 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
19 Transpiração: 1. Ato ou efeito de transpirar. 2. Em fisiologia, é a eliminação do suor pelas glândulas sudoríparas da pele; sudação. Ou o fluido segregado pelas glândulas sudoríparas; suor. 3. Em botânica, é a perda de água por evaporação que ocorre na superfície de uma planta, principalmente através dos estômatos, mas também pelas lenticelas e, diretamente, pelas células epidérmicas.
20 Eletrólitos: Em eletricidade, é um condutor elétrico de natureza líquida ou sólida, no qual cargas são transportadas por meio de íons. Em química, é uma substância que dissolvida em água se torna condutora de corrente elétrica.
21 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
22 Neurologista: Médico especializado em problemas do sistema nervoso.
23 Endocrinologista: Médico que trata pessoas que apresentam problemas nas glândulas endócrinas.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Clínica Médica?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.

Comentários

05/08/2016 - Comentário feito por Raquel
A minha avó tem problemas vasculares e q...
A minha avó tem problemas vasculares e queixa-se das câimbras a meio do sono todas as noites. Nestas alturas, ela costuma massajar as pernas com aguardente de uva-de-cão para aliviar a dor. Creio que não poderá usar compressas quentes por causa dos problemas vasculares (nota: já foi operada às varizes). Vou experimentar com ela as recomendações dadas para a prevenção das câimbras. O óptimo seria reduzir a frequência destes acontecimentos.

20/07/2016 - Comentário feito por Margarida
A muitos anos sofro com cãibras aprendi...
A muitos anos sofro com cãibras aprendi muito com este comentario tudo o que li estou fazendo muito tempo sentada , muito de pé ,carrego peso tudo de errado .vou fazer uma mudança pra ver se melhora agradeço pela atenção

25/01/2016 - Comentário feito por Geizha
Obrigada. Satisfeita com o resultado da pesquis...
Obrigada. Satisfeita com o resultado da pesquisa. Geizha

02/05/2015 - Comentário feito por Maria
nossa eu procurei algo tipo por estar passando ...
nossa eu procurei algo tipo por estar passando por uma situação crítica, amei esses esclarecimentos, valeu.

05/01/2014 - Comentário feito por fatima
Re: Câimbras: quais são as causas e como evitá-las?
agradeco muito pela imformacao a muito tempo eu procuro saber as causas e aqui o assunto foi bem explicado

22/05/2012 - Comentário feito por flavia
Re: Câimbras: quais são as causas e como evitá-las?
muito obrigada pelas precauções e pelas dicas, sei que minhas cãimbras vão desaparecerem apartir do momento q eu praticar todos os requisitos.
grata : ass flavia

  • Entrar
  • Assinar