Atalho: 6KRJ4UW
Gostou do artigo? Compartilhe!

Joanete: você tem? Sabe como evitar? O que fazer quando a dor aparece?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é joanete?

O joanete, cujo nome científico é hallux1 valgus, é um desvio lateral acentuado do primeiro pododáctilo2 (hálux3) em direção ao segundo dedo do pé. Classicamente, esse desvio pode ocorrer na articulação4 entre o primeiro metatarso5 e a falange6 ou entre as duas falanges. No joanete, o hálux3 (ou dedo grande do pé7) pode posicionar-se sob ou sobre os outros dedos.

Quais são as causas do joanete?

Duas classes de fatores podem concorrer para esta deformidade: fatores intrínsecos (ligados à pessoa) e extrínsecos (ligados ao meio). Dentre os intrínsecos, destacam-se os fatores genéticos (história familiar), doenças sistêmicas pré-existentes, anatomia óssea anormal do pé, frouxidão ligamentar, etc. Dentre os extrínsecos contam-se, principalmente, o uso de calçados inadequados, com destaque para o sapato de salto alto e ponta fina. O joanete é mais frequente em mulheres que em homens.

Joanete

Quais são os sinais8 e sintomas9 do joanete?

O joanete pode ser bastante doloroso. Além de dor intensa na articulação4 e dor ao caminhar, pode haver vermelhidão, inchaço10, inflamação11 e irritação da pele12 ao redor do osso comprometido e virada do dedão do pé em direção ao segundo artelho13.

Como o médico diagnostica o joanete?

O diagnóstico14 do joanete é eminentemente15 clínico, baseado na história clínica e na observação direta. O ortopedista é o médico mais indicado para fazer este diagnóstico14 e avaliar a melhor conduta para cada paciente.

Como o médico trata o joanete?

Os tratamentos mais simples para o joanete visam apenas o alívio dos sintomas9, sem corrigir a deformidade em si. Esses tratamentos conservadores podem envolver mudanças nos calçados, uso de aparelhos ortopédicos, descanso, aplicação de compressas de gelo e uso de medicamentos como analgésicos16 e anti-inflamatórios. Se o desconforto for severo ou se a correção da deformidade for desejada por motivos estéticos, a cirurgia pode ser realizada. Ela pode ser feita sob anestesia17 local, espinhal ou geral e o paciente se recupera totalmente em 6 a 8 semanas.

Como prevenir o joanete?

  • Para prevenir a dor no joanete, recomenda-se deixar os pés de molho em água morna.
  • Usar sapatos macios, com bicos largos que permitam a perfeita acomodação dos dedos.
  • Evitar salto alto. Caso precise usá-los, eles devem ter no máximo 4 a 5 centímetros de altura.
  • Evite certos esportes que exijam esforços exagerados com os pés, como o balé.
  • Existem aparelhos ortopédicos, como almofadinhas, que podem ser usadas em volta do joanete ou entre o primeiro e segundo dedos dos pés, durante o dia ou à noite.
  • Palmilhas sob medida podem ser recomendadas pelo ortopedista para melhorar a postura do pé e evitar os sintomas9.
  • Deixe os pés elevados e em repouso por pelo menos dez minutos todos os dias.

Como evolui o joanete?

No princípio a deformidade é redutível, porém mais tarde torna-se resistente à mobilização.

O uso de órteses18 evita a progressão do quadro.

A distribuição anormal da carga nos pés pode ter repercussões negativas em algumas das principais articulações19 do corpo, como a do joelho.

ABCMED, 2012. Joanete: você tem? Sabe como evitar? O que fazer quando a dor aparece?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/ortopedia-e-saude/312580/joanete-voce-tem-sabe-como-evitar-o-que-fazer-quando-a-dor-aparece.htm>. Acesso em: 23 set. 2020.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Hallux: Dedo Grande do Pé, vulgo dedão do pé.
2 Pododáctilo: Cada um dos dez dedos dos pés. Mesmo que artelho.
3 Hálux: Dedo Grande do Pé, vulgo dedão do pé.
4 Articulação: 1. Ponto de contato, de junção de duas partes do corpo ou de dois ou mais ossos. 2. Ponto de conexão entre dois órgãos ou segmentos de um mesmo órgão ou estrutura, que geralmente dá flexibilidade e facilita a separação das partes. 3. Ato ou efeito de articular-se. 4. Conjunto dos movimentos dos órgãos fonadores (articuladores) para a produção dos sons da linguagem.
5 Metatarso: Parte do pé entre os ossos do tarso e os DEDOS DO PÉ.
6 Falange: Na anatomia, diz-se do pequeno osso tubular que constitui o esqueleto dos dedos e dos artelhos.
7 Dedo Grande do Pé: Dedo Grande do Pé, vulgo dedão do pé.
8 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
9 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
10 Inchaço: Inchação, edema.
11 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
12 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
13 Artelho: Cada um dos dez dedos dos pés. Mesmo que pododáctilo.
14 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
15 Eminentemente: De modo eminente; em alto grau; acima de tudo.
16 Analgésicos: Grupo de medicamentos usados para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
17 Anestesia: Diminuição parcial ou total da sensibilidade dolorosa. Pode ser induzida por diferentes medicamentos ou ser parte de uma doença neurológica.
18 Órteses: Quaisquer aparelhos externos usados para imobilizar ou auxiliar os movimentos dos membros ou da coluna vertebral.
19 Articulações:
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Ortopedia e Traumatologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.

Comentários

05/08/2014 - Comentário feito por Paulo
muito boa a informação, estarei c...
muito boa a informação, estarei conservando com ortopedista o que será melhor para o meu joanete.

24/09/2013 - Comentário feito por Sandro
Re: Joanete: você tem? Sabe como evitar? O que fazer quando a dor aparece?
Obrigado a todos, que de certa forma contribuiram com (INFORMAÇOES MUITO UTIL) claro tirei todas as minhas duvidas...

15/06/2013 - Comentário feito por Maria
Re: Joanete: você tem? Sabe como evitar? O que fazer quando a dor aparece?
Tenho joanete, começei a sentir dor, obrigado pelas informações foram muito preciosas

11/08/2012 - Comentário feito por LIDIANE
Re: Joanete: você tem? Sabe como evitar? O que fazer quando a dor aparece?
JA O MEU É ENORME,E É SO NO PÉ DIREITO,MEU PAI JA OPEROU OS DELE E CRESCERAM DE NOVO.

08/08/2012 - Comentário feito por gleide
Re: Joanete: você tem? Sabe como evitar? O que fazer quando a dor aparece?
amei estas informaçoes pois eu tenho um pouco disso mas o meu nao incomoda nao e é bem discreto. bjo!!!

  • Entrar
  • Assinar