Atalho: 691A7RL
Gostou do artigo? Compartilhe!

Celulite. O que é?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é celulite1?

Os adipócitos2 são células3 que acumulam gordura4 para ser usada quando necessário. As camadas profundas da pele5 apresentam fibras que ligam a superfície do tecido6 dérmico (pele5) aos adipócitos2, como se fosse um colchão de molas. Estas fibras repuxam a pele5 para baixo dando a ela um aspecto de “casca de laranja” característico da celulite1. Estas ondulações na pele5 não são consideradas propriamente uma doença, apenas uma questão estética.

O termo celulite1 também é usado para referir-se a uma infecção7 bacteriana do tecido subcutâneo8 e geralmente é caracterizada por uma área eritematosa9 (área avermelhada) mal definida, dolorosa e edemaciada10 (inchada), além do aspecto ondulado descrito acima. Esta infecção7 da pele5 pode estar acompanhada de febre11 e calor no local da infecção7. Nestes casos, em que há a colonização por uma bactéria12, trata-se de uma doença e deve ser combatida com os antibióticos adequados e os cuidados médicos necessários.

A celulite1 simples (sem infecção7) é muito frequente nas mulheres e constitui um dos grandes constrangimentos e preocupações estéticas femininas, uma vez que produz certa deformidade da pele5.

Os locais mais comuns em que ela é encontrada são: região dos glúteos13, coxa14, abdome15, nuca e braços. Já a forma infecciosa pode aparecer nas mais diversas regiões do corpo, principalmente naquelas de tecidos moles como músculos16, gordura4 corporal, vasos sanguíneos17 e linfáticos.

O que causa a celulite1?

A celulite1 comum é causada por alterações no tecido gorduroso18 dos estratos subcutâneos, em conjunto com alterações na microcirculação e aumento do tecido6 fibroso. Ela parece obedecer a uma predisposição genética familiar, a fatores hormonais, a má alimentação, vida sedentária ou má circulação19 sanguínea.

A forma infecciosa geralmente é causada pelo Estafilococus aureus coagulase positivo (S. aureus).

Como tratar a celulite1?

Em virtude do grande incômodo das mulheres, os métodos utilizados para tratar a celulite1 são alvos mais da propaganda do que de critérios científicos reconhecidos. Medidas genéricas como redução de peso, alimentação saudável, vida ativa e terapias com raio laser, acupuntura e infravermelho podem, em conjunto ou separadamente, terem alguma efetividade contra a celulite1. Quando tratada desde o início, a celulite1 pode responder bem a certos procedimentos médicos ou à drenagem20 linfática.

Não há, ainda, uma cura radical da celulite1 simples.

As formas infecciosas não complicadas, quando tratadas adequadamente, têm cura total com restituição à integridade.

ABCMED, 2011. Celulite. O que é?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/pele-saudavel/252525/celulite+o+que+e.htm>. Acesso em: 6 dez. 2019.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Celulite: Inflamação aguda das estruturas cutâneas, incluindo o tecido adiposo subjacente, geralmente produzida por um agente infeccioso e manifestada por dor, rubor, aumento da temperatura local, febre e mal estar geral.
2 Adipócitos: Células do corpo que geralmente armazenam GORDURAS na forma de TRIGLICERÍDEOS. Os ADIPÓCITOS BRANCOS são os tipos predominantes encontrados, na maioria das vezes, na cavidade abdominal e no tecido subcutâneo. Os ADIPÓCITOS MARRONS são células termogênicas que podem ser encontradas em recém-nascidos de algumas espécies e em mamíferos que hibernam.
3 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
4 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
5 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
6 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
7 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
8 Tecido Subcutâneo: Tecido conectivo frouxo (localizado sob a DERME), que liga a PELE fracamente aos tecidos subjacentes. Pode conter uma camada (pad) de ADIPÓCITOS, que varia em número e tamanho, conforme a área do corpo e o estado nutricional, respectivamente.
9 Eritematosa: Relativo a ou próprio de eritema. Que apresenta eritema. Eritema é uma vermelhidão da pele, devido à vasodilatação dos capilares cutâneos.
10 Edemaciada: Em que se formou edema ou inchaço.
11 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
12 Bactéria: Organismo unicelular, capaz de auto-reproduzir-se. Existem diferentes tipos de bactérias, classificadas segundo suas características de crescimento (aeróbicas ou anaeróbicas, etc.), sua capacidade de absorver corantes especiais (Gram positivas, Gram negativas), segundo sua forma (bacilos, cocos, espiroquetas, etc.). Algumas produzem infecções no ser humano, que podem ser bastante graves.
13 Glúteos:
14 Coxa: É a região situada abaixo da virilha e acima do joelho, onde está localizado o maior osso do corpo humano, o fêmur.
15 Abdome: Região do corpo que se localiza entre o TÓRAX e a PELVE.
16 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
17 Vasos Sanguíneos: Qualquer vaso tubular que transporta o sangue (artérias, arteríolas, capilares, vênulas e veias).
18 Tecido Gorduroso: Tecido conjuntivo especializado composto por células gordurosas (ADIPÓCITOS). É o local de armazenamento de GORDURAS, geralmente na forma de TRIGLICERÍDEOS. Em mamíferos, existem dois tipos de tecido adiposo, a GORDURA BRANCA e a GORDURA MARROM. Suas distribuições relativas variam em diferentes espécies sendo que a maioria do tecido adiposo compreende o do tipo branco.
19 Circulação: 1. Ato ou efeito de circular. 2. Facilidade de se mover usando as vias de comunicação; giro, curso, trânsito. 3. Movimento do sangue, fluxo de sangue através dos vasos sanguíneos do corpo e do coração.
20 Drenagem: Saída ou retirada de material líquido (sangue, pus, soro), de forma espontânea ou através de um tubo colocado no interior da cavidade afetada (dreno).
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Dermatologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.