Atalho: 6RNJU4H
Gostou do artigo? Compartilhe!

Quatro maneiras de lidar com o estresse

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

Aqui estão quatro técnicas simples para o melhor gerenciamento do estresse que todos nós experimentamos no nosso dia-a-dia: discurso positivo, escapes de emergência1, encontro do prazer e relaxamento diário.

Discurso positivo

Aprender a usar palavras positivas é uma maneira de lidar com o estresse. Nós todos devíamos falar para nós mesmos, em voz alta, palavras positivas como "Eu posso fazer isso" ou "as coisas vão funcionar" ao invés de usar um discurso negativo. Tente mudar a forma de dizer algumas coisas simples que você notará rapidamente os resultados positivos na sua vida.

Pensamentos negativos aumentam o estresse. Falas positivas ajudam a acalmar e a controlar o que nos desgasta. Com a prática, você pode aprender a transformar os pensamentos negativos em positivos. Por exemplo:

 

Negativo Positivo
"Eu não posso fazer isso" "Eu vou fazer o melhor que posso"
"Tudo está acontecendo de errado" "Eu posso lidar com essas coisas, se eu der um passo de cada vez"
"Eu odeio quando isso acontece" "Eu sei como lidar com isso, eu já fiz isso antes"
"Detesto quando meus planos mudam" "Quando minha cabeça2 se abre para aprender coisas novas, eu consigo lidar melhor com esta situação inusitada"

 

Para ajudar você a se sentir melhor, pratique o uso de palavras positivas todos os dias - no carro, em sua mesa, antes de ir para a cama ou sempre que notar pensamentos negativos chegando à sua mente.

Alguns exemplos que podem te ajudar:

  • "Eu posso pedir ajuda se eu precisar"
  • "Podemos trabalhar com isso"
  • "Eu não vou deixar este problema me derrubar"
  • "As coisas poderiam ser piores"
  • "Eu sou humano e todos nós cometemos erros"
  • "Algum dia eu vou rir disso"
  • "Eu posso lidar com esta situação quando me sentir melhor"

Escapes de emergência1

Há muitas situações de estresse - no trabalho, em casa, na rua e em locais públicos. Podemos sentir o estresse por causa da falta de comunicação, excesso de trabalho e dificuldades cotidianas. Escapes de emergência1 podem ajudá-lo. São eles:

  • Conte até 10 antes de falar impulsivamente.
  • Faça três ou cinco respirações profundas quando notar que está nervoso com alguma situação.
  • Tome consciência do que está te deixando estressado e diga para você mesmo que vai lidar com isso mais tarde, quando estiver de cabeça2 fria.
  • Saia para fazer uma caminhada ao ar livre.
  • Não tenha medo de dizer "eu sinto muito" se você cometer um erro.
  • Deixe o seu relógio 5 a 10 minutos adiantado para evitar a pressão de estar atrasado.
  • Quebre os grandes problemas em partes menores. E lide com cada uma delas até conseguir resolver tudo o que queria.

Encontro do prazer

  • Quando o estresse faz com que você se sinta mal, faça alguma coisa que você goste. Isto é uma forma natural de combater o mal-estar.
  • Encontrar prazer não exige que você faça algo complexo. As coisas simples, como conversar com um amigo, ler um bom livro, assistir um filme ou dar uma relaxada deitando em uma cama e fechando os olhos3 podem ajudar muito. É só você aprender a valorizar a simplicidade da vida.
  • Tente fazer pelo menos uma coisa que você gosta todos os dias, mesmo se for por apenas 15 minutos.
  • Inicie um projeto de arte (pintura a óleo, desenho, criação de um livro, pintura a dedo, trabalhos manuais) ou aprenda a jogar xadrez, costurar, dançar, fotografar. Mantenha um hobby que cative a sua atenção.
  • Faça uma massagem relaxante.
  • Leia um livro, um conto, uma revista ou um jornal.
  • Tome um café ou faça uma refeição com seus amigos.
  • Ouça música durante ou depois de praticar um relaxamento.
  • Faça uma lista de tudo que você ainda quer fazer na vida. E comece a praticar todos os dias um pouco.
  • Jogue cartas ou jogos de tabuleiro com a família e os amigos.
  • Cheire uma rosa, abrace uma pessoa querida, sorria para alguém.

Relaxamento diário

O relaxamento é mais do que ficar sentado em sua cadeira favorita assistindo TV. Para aliviar o estresse, o relaxamento deve acalmar a tensão do corpo e da mente. Algumas boas formas de relaxamento são ioga, tai chi chuan (uma série de movimentos lentos e graciosos) e meditação.

Como a maioria das habilidades, o relaxamento requer prática. Muitas pessoas participam de aulas para aprender e praticar técnicas de relaxamento.

A respiração profunda é uma forma de relaxamento que você pode usar a qualquer momento. Sente-se numa posição confortável, com os pés no chão e as mãos4 em seu colo5 ou deite. Feche os olhos3. Imagine-se em um lugar tranquilo. Segure esta cena em sua mente.

Inspire e expire. Concentre-se em respirar lenta e profundamente.

Continue a respirar lentamente por 10 minutos ou mais. Tente separar pelo menos 5 a 10 minutos todos os dias para fazer respirações profundas ou outra forma de relaxamento.

 

ABCMED, 2012. Quatro maneiras de lidar com o estresse. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/psicologia-e-psiquiatria/331145/quatro-maneiras-de-lidar-com-o-estresse.htm>. Acesso em: 14 nov. 2018.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Emergência: 1. Ato ou efeito de emergir. 2. Situação grave, perigosa, momento crítico ou fortuito. 3. Setor de uma instituição hospitalar onde são atendidos pacientes que requerem tratamento imediato; pronto-socorro. 4. Eclosão. 5. Qualquer excrescência especializada ou parcial em um ramo ou outro órgão, formada por tecido epidérmico (ou da camada cortical) e um ou mais estratos de tecido subepidérmico, e que pode originar nectários, acúleos, etc. ou não se desenvolver em um órgão definido.
2 Cabeça:
3 Olhos:
4 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
5 Colo: O segmento do INTESTINO GROSSO entre o CECO e o RETO. Inclui o COLO ASCENDENTE; o COLO TRANSVERSO; o COLO DESCENDENTE e o COLO SIGMÓIDE.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Psicoterapia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.

Comentários

03/05/2014 - Comentário feito por Magda
Sou leiga e curiosa quando se trata de stress. ...
Sou leiga e curiosa quando se trata de stress. Não sei se vou me explicar bem, mas vamos lá...
O stress quando provocado em muitas crises e mal curado pode causar a "sindrome de burnout".

Sou professora e tenho um stress de anos, que foi diagnosticado na época por depressão, e desde estes tempos eu sou medicada com remédio para ansiedade e depressão: Venlafaxina .

Descobri agora, após 10 anos, que o meu mal pode ter relação com "sindrome de burnout" o que que é afinal esta sindrome. Não retornei aind no psiquiatra. Quero me informar antes.
Grata,

  • Entrar
  • Assinar