Atalho: 5UXX6G0
Gostou do artigo? Compartilhe!

Ortorexia nervosa. O que é?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é ortorexia nervosa?

Ortorexia nervosa significa literalmente “fixação pela ingestão de alimentos saudáveis”. Ela geralmente tem início de forma inocente. A pessoa começa a comer de maneira mais saudável e vai desenvolvendo uma obsessão pela qualidade e pela pureza dos alimentos que ingere, tornando-se cada vez mais preocupada com o que comer, o quanto comer e com os “deslizes” na alimentação.

A rigidez é a marca deste novo estilo de alimentação. Cada dia se torna uma oportunidade para “comer corretamente apenas alimentos considerados saudáveis” e para se auto-punir caso não consiga seguir exatamente o estilo rígido proposto. As auto-punições variam entre jejuns, restrição alimentar ou excesso de exercícios físicos.

A auto-estima é baseada na pureza dos alimentos consumidos e estas pessoas se sentem superiores aos outros no que diz respeito à ingestão alimentar.

Eventualmente, as escolhas alimentares se tornam tão restritas em variedade e calorias1 que a saúde2 sofre – uma ironia para pessoas tão dedicadas a uma alimentação saudável. A obsessão com a alimentação saudável atrapalha outras atividades e interesses, prejudica as relações afetivas e se torna física e psicologicamente perigosa.

A ortorexia é um transtorno alimentar?

Ortorexia é um termo criado por Steven Bratman para descrever sua própria experiência com comidas e alimentação. Não é um transtorno alimentar reconhecido oficialmente, mas é semelhante a outros distúrbios alimentares como a anorexia nervosa3 e a bulimia4. Os anoréxicos e bulímicos mostram obsessão por peso e calorias1 e os ortoréxicos são obcecados pelos alimentos saudáveis (não é uma obsessão por ser magro ou perder peso).

Por que alguém se torna um ortoréxico?

A ortorexia parece ser causada por uma preocupação excessiva com a saúde2, mas há motivações subjacentes como o medo de ter problemas de saúde2, compulsão por ter o controle completo de uma situação, fuga de fobias5, desejo de ser magro, melhora da auto-estima, busca de espiritualidade através dos alimentos e o uso da alimentação como busca de identidade.

Será que eu tenho ortorexia?

Considere as questões abaixo. O maior número de respostas afirmativas fala a favor da ortorexia.

  • Você gostaria que, ocasionalmente, pudesse apenas comer e não se preocupar com a qualidade dos alimentos que ingere?
  • Você já desejou que pudesse gastar menos tempo com comida e mais tempo em outras atividades?
  • Faz parte das suas habilidades apenas comer uma refeição preparada por alguém que você ama – uma única refeição – sem pensar em tentar controlar o que é servido?
  • Você está constantemente procurando entender os motivos pelos quais os alimentos podem não ser saudáveis para você?
  • Trabalho, amor, diversão, criatividade estão em segundo plano, após a importância de uma dieta saudável, na sua vida?
  • Você se sente culpado ou com raiva6 quando abusa na dieta ou mesmo comete um pequeno deslize no seu planejamento alimentar?
  • Você se sente no controle quando come apenas alimentos considerados saudáveis?
  • Você já se sentiu melhor do que outras pessoas ao imaginar que você come adequadamente e não consegue entender como os outros podem comer determinados alimentos como fast food, enlatados, biscoitos gordurosos, etc.?

Você está dizendo que não é bom ter uma dieta saudável?

Seguir uma dieta saudável não significa ter ortorexia e não há nada errado em ter hábitos alimentares saudáveis. A menos que isto esteja ocupando uma enorme quantidade de tempo e atenção da sua vida, que isto afaste você de pessoas queridas e de seu trabalho, que você se sinta culpado por ingerir comidas não tão saudáveis esporadicamente, ou seja, que sua alimentação seja usada para que você fuja de problemas que precisa enfrentar na vida.

A dieta dos ortoréxicos pode realmente ser insalubre. Os problemas nutricionais dependem de qual dieta cada um impõe a si mesmo.

Os problemas sociais são mais evidentes. Um ortoréxico pode ser socialmente isolado, muitas vezes por planejar sua vida em torno da comida. Ele pode ter pouco espaço na vida para outra coisa além do planejamento da ingestão de alimentos, pode perder a capacidade de comer de forma intuitiva – não saber mais quando tem fome, o quanto precisa comer ou quando está satisfeito.

Qual é o tratamento da ortorexia?

O primeiro passo é admitir o problema, o que pode ser extremamente difícil de ser notado pela pessoa com esta condição. Depois é necessário observar o que está causando esta obsessão. Pode haver questões emocionais envolvidas no problema.

Mesmo a ortorexia não sendo uma doença que um médico vai diagnosticar, por não estar reconhecida oficialmente, discutir essas questões com um psicólogo ou um psiquiatra pode ajudar muito, principalmente se ele tem a prática de atender pessoas com outros transtornos alimentares.

Pessoas que ficaram livres desta condição ainda comem de maneira saudável. No entanto, sabem reconhecer a diferença entre hábitos alimentares saudáveis e a obsessão pela qualidade da comida que ingerem. Eles descobrem que, enquanto comer é importante, isto é apenas um aspecto da vida e há coisas mais valiosas a fazer.

ABCMED, 2011. Ortorexia nervosa. O que é?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/psicologia-e-psiquiatria/176187/ortorexia+nervosa+o+que+e.htm>. Acesso em: 13 dez. 2019.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Calorias: Dizemos que um alimento tem “x“ calorias, para nos referirmos à quantidade de energia que ele pode fornecer ao organismo, ou seja, à energia que será utilizada para o corpo realizar suas funções de respiração, digestão, prática de atividades físicas, etc.
2 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
3 Anorexia nervosa: Distúrbio alimentar caracterizado por uma alteração da imagem corporal associado à anorexia.
4 Bulimia: Ingestão compulsiva de alimentos, em geral seguida de indução do vômito ou uso abusivo de laxantes. Trata-se de uma doença psiquiátrica, que faz parte dos chamados Transtornos Alimentares, juntamente com a Anorexia Nervosa, à qual pode estar associada.
5 Fobias: Medo exagerado, falta de tolerância, aversão.
6 Raiva: 1. Doença infecciosa freqüentemente mortal, transmitida ao homem através da mordida de animais domésticos e selvagens infectados e que produz uma paralisia progressiva juntamente com um aumento de sensibilidade perante estímulos visuais ou sonoros mínimos. 2. Fúria, ódio.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Psicoterapia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.

Comentários

04/04/2011 - Comentário feito por Leonardo
Re: Ortorexia nervosa. O que é?
Gostei da matéria, e ainda que a "febre" hoje em dia está na alimentação saudável; há grupos religiosos que permeiam entre a fé e a boa regra da alimentação, bem como alimentos chamados "impuros", porém, acabam entrando nessa forma de ortorexia nervosa e até espiritual.

31/03/2011 - Comentário feito por Suely
Re: Ortorexia nervosa. O que é?
Olá.Muito informativo este artigo que permeia a obsessão, e o rigor por uma dieta nutricional exageradamente dita saudável ,segundo a ótica destes portadores deste transtorno.Tudo que extrapola o equilíbrio num comportamento distinto ,é objeto de estudo e de avaliação.Aliás ,hoje em dia o nutrir-se passou a ser algo compulsivo,volátil e desmotivado para muitos indivíduos."Se tem uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos!"(José Saramago)

29/03/2011 - Comentário feito por Adiles
Re: Ortorexia nervosa. O que é?
Esta matéria está muito boa em termos da alimentação saudável.
O Ortorexo acredita que está comendo alimento orgânico livre de toxinas. Engano, o controle de qualidade no Brasil ainda não tem este patamar de controle.
O Alimento saudável deve ser dada informação, conhecimento e educado sobre ele, mas a liberdade de escolha, ainda é da pessoa. Se esta liberdade se torna uma radicalização em alimento sudável, então estamos diante de uma doença nervosa e o caminho de cura é outro.

  • Entrar
  • Assinar