Atalho: 5UMNH2L
Gostou do artigo? Compartilhe!

Verrugas. O que são? O que fazer com elas?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que são verrugas?

As verrugas são proliferações epiteliais na pele1 e mucosas2 causadas por vírus3 do grupo papovavírus, o papilomavírus humano (HPV). Elas são mais comuns em crianças e adolescentes, mas podem ocorrer em adultos.

Como elas são transmitidas?

Uma pessoa pode passar verrugas para outra pessoa por contato direto ou indireto, principalmente pela exposição em piscinas públicas, recintos esportivos, praias, saunas e outros locais. As verrugas também são auto-inoculáveis, ou seja, se você tem uma verruga em uma parte do corpo ela pode passar para outra região do corpo.

Quais são os tipos de verrugas existentes?

As formas mais frequentemente observadas são:

  • Verruga vulgar4: é a mais comum. Ela aparece como uma pápula5 ou nódulo6 firme, de coloração rosada ou amarelada com uma superfície dura, local onde podem ser observados pontos negros que são vasos capilares7 trombosados. Aparecem em qualquer área da pele1, mas são mais comuns no dorso8 das mãos9, dedos e próximo às unhas10. De acordo com a imunidade11 da pessoa, elas desaparecem espontaneamente ou crescem em número e tamanho.
  • Verrugas filiformes: são semelhantes a espículas e surgem perpendicularmente ou obliquamente à superfície cutânea12. Têm predileção por jovens e são encontradas na face13, pescoço14 e comissura15 labial.
  • Verrugas plantares: são pouco salientes devido à pressão do corpo sobre ela, o que faz com que penetrem na derme16. São muito dolorosas.
  • Verrugas planas: são pápulas17 únicas ou múltiplas, da cor da pele1, podendo ser levemente hipocrômicas, róseas e pouco salientes. Estão localizadas na face13, membros e dorso8 das mãos9. São mais comuns após os 10 anos de idade.

Por quanto tempo elas persistem?

A duração é variável podendo persistir por meses a anos. Há relatos de resolução espontânea em 25% dos casos em até seis meses e de 65% em até 2 anos.

As verrugas são parecidas com outras patologias da pele1?

Verrugas devem ser examinadas por dermatologistas para que eles façam o diagnóstico18 diferencial entre elas e outras doenças de pele1 como epidermodisplasia verruciforme, calos ou clavus.

Como é feito o tratamento?

Os médicos prescrevem substâncias ceratolíticas como o ácido salicílico, ácido lático, formalina ou ácido nítrico. Pode ser feita também a eletrofulguração, a curetagem19 ou o uso de crioterapia20 por um dermatologista.

Os medicamentos devem ser aplicados com a orientação do médico pois podem causar queimaduras na pele1 ao redor das lesões21 verrucosas.

ABCMED, 2011. Verrugas. O que são? O que fazer com elas?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/pele-saudavel/175562/verrugas+o+que+sao+o+que+fazer+com+elas.htm>. Acesso em: 19 ago. 2018.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
2 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
3 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
4 Verruga vulgar: Lesão benigna da pele, produzida por um vírus denominado HPV (Vírus do Papiloma Humano) de forma elevada e superfície áspera, sem alterações na coloração normal.
5 Pápula: Lesão firme e elevada, com bordas nítidas e diâmetro que varia de 1 a 5 milímetros (até 1 centímetro, segundo alguns autores).
6 Nódulo: Lesão de consistência sólida, maior do que 0,5cm de diâmetro, saliente na hipoderme. Em geral não produz alteração na epiderme que a recobre.
7 Capilares: Minúsculos vasos que conectam as arteríolas e vênulas.
8 Dorso: Face superior ou posterior de qualquer parte do corpo. Na anatomia geral, é a região posterior do tronco correspondente às vértebras; costas.
9 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
10 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
11 Imunidade: Capacidade que um indivíduo tem de defender-se perante uma agressão bacteriana, viral ou perante qualquer tecido anormal (tumores, enxertos, etc.).
12 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
13 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
14 Pescoço:
15 Comissura: 1. Ponto, superfície ou linha de união de duas partes correspondentes. 2. Na anatomia geral, denominação genérica das junções dos bordos de aberturas em forma de fenda, no corpo, tais como as pálpebras, lábios etc. 3. Na anatomia zoológica, é a margem cortante do bico das aves. 4. Na morfologia botânica, é a superfície ou linha de contato entre dois órgãos ou entre duas ou mais porções orgânicas, separáveis ou não.
16 Derme: Camada interna das duas principais camadas da pele. A derme é formada por tecido conjuntivo, vasos sanguíneos, glândulas sebáceas e sudoríparas, nervos, folículos pilosos e outras estruturas. É constituída por uma fina camada superior que é a derme papilar e uma camada mais grossa, mais baixa, que é a derme reticular.
17 Pápulas: Lesões firmes e elevadas, com bordas nítidas e diâmetro que varia de 1 a 5 milímetros (até 1 centímetro, segundo alguns autores).
18 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
19 Curetagem: Operação ou cirurgia que consiste em esvaziar o interior de uma cavidade natural ou patológica com o auxílio de uma cureta; raspagem.
20 Crioterapia: Processo terapêutico baseado em aplicações de gelo, neve carbônica e outros veículos de frio intenso.
21 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Dermatologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.

Comentários

21/05/2012 - Comentário feito por Cléia
Re: Verrugas. O que são? O que fazer com elas?
Muito bom, mas gostei da dica caseira da grazi.. Vou tentar essa dica em cima da minha verruga.. Obrigado

10/07/2011 - Comentário feito por grazi
Re: Verrugas. O que são? O que fazer com elas?
muito bom,mas eu tirei a verruga da minha filha com uma receita caseira.
corte um pedaço de casca de banana verde,coloque em cima da verruga,passe esparadrapo para ficar bem fechado deixe por 3 dias e qdo tirar a verruga sai inteira.

  • Entrar
  • Assinar