Gostou do artigo? Compartilhe!

Dieta dos tipos sanguíneos: o que é? Como é? Quais as vantagens e as desvantagens? Como fazer?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

O que é a dieta dos tipos sanguíneos?

A dieta dos tipos sanguíneos foi desenvolvida em 1996, pelo médico norte-americano Peter D’Adamo. Essa dieta considera que de acordo com o seu tipo sanguíneo cada pessoa deve priorizar determinados alimentos e evitar outros. Segundo os defensores dessa dieta, os tipos sanguíneos, entre outras coisas, determinam a eficiência do metabolismo1, do sistema imunológico2, do estado emocional de cada indivíduo, diminui o peso corporal e fortalece a saúde3 a partir de uma mudança de hábitos alimentares.

Para a dieta dos tipos sanguíneos os alimentos são divididos em grupos, para cada tipo sanguíneo: benéficos, neutros e nocivos.

  • Benéficos: são os alimentos capazes de prevenir e tratar doenças e auxiliarem na eliminação de peso. E por isso devem ser consumidos diariamente.
  • Neutros: alimentos neutros são aqueles que não causariam prejuízos nem benefícios ao organismo e, por isso, podem ou não ser consumidos, de acordo com sua preferência individual.
  • Nocivos: são os alimentos que devem ser eliminados da dieta, pois favorecem o aumento de peso.

Assim, genericamente falando, as pessoas com sangue4 tipo O devem seguir uma dieta rica em carnes; as com tipo A devem evitar carnes vermelhas; as de tipo B podem tolerar uma dieta mais variada e as de tipo AB podem ter uma alimentação baseada na dieta dos grupos sanguíneos A e B, contendo um pouco de cada grupo alimentar.

Quais são as vantagens e desvantagens da dieta do tipo sanguíneo?

Uma das vantagens maiores da dieta do tipo sanguíneo é que ela é de fácil entendimento e baixo custo, bastando seguir os alimentos contidos numa lista e não requer gastos extras com alimentos especiais.

As principais desvantagens residem no fato de que é difícil ser aplicada numa família, já que habitualmente cada membro tem um tipo diferente de sangue4 e requerer alimentos diferentes. Além disso, o fato de restringir certos alimentos pode implicar na falta de algum nutriente importante para o funcionamento adequado do corpo. Ademais, não existe ainda uma comprovação inconteste da sua eficácia.

Como fazer a dieta do tipo sanguíneo?

Com a dieta do tipo sanguíneo pode-se comer normalmente, de tudo que o tipo sanguíneo permite. Tem-se apenas uma lista de alimentos permitidos e proibidos para cada tipo sanguíneo. Assim, ela interfere um pouco na rotina alimentar de cada pessoa porque ela deve adequar sua alimentação ao seu tipo sanguíneo.

Em primeiro lugar, descubra qual é o seu tipo sanguíneo e verifique quais os alimentos que combinam com seu organismo e quais são nocivos a ele, pois fazer escolhas alimentares de acordo com o perfil biológico da pessoa favorece o emagrecimento. A lista dos alimentos “permitidos” e “proibidos” é extensa, por isso damos a seguir apenas alguns exemplos de alimentos. Mas é importante consumi-los em porções moderadas e comer com frequência, pelo menos a cada três horas.

  • As pessoas de sangue4 Tipo O são carnívoras e necessitam comer proteínas5 animais diariamente. Assim, são alimentos positivos para elas as carnes bovinas e de carneiro, vitela e cordeiro, bacalhau, badejo, sardinha, linguado, salmão, queijo de leite de cabra e queijo de soja, ameixa, nozes, figo, semente de abóbora, abóbora, brócolis, espinafre, alface romana, acelga, salsa. Devem ser evitadas: carne de porco, carne de coelho, caviar, polvo, creme de leite, iogurte, leite, queijos, sorvetes, laranja, morango, coco, amora, amendoim, castanha do Pará, pistache, castanha de caju, abacate, beringela, champignon, milho, repolho, aveia, trigo, cuscuz, pão branco, óleo de milho e óleo de amendoim.
  • As pessoas de sangue4 Tipo A são “vegetarianas” e têm dificuldades para digerir proteínas5 animais. Os alimentos positivos para elas são bacalhau, salmão, sardinha, truta, queijo de soja, tofu, abacaxi, ameixa, cereja, figo, limão, amora, damasco, abóbora, moranga, alface romana, acelga, brócolis, cenoura, alcachofra, cebola, farinhas de centeio, arroz, soja e aveia, pão de farinha de soja, alho, molho de soja, gengibre, chá verde, café normal, vinho tinto. Devem ser evitados carne bovina, carneiro, cordeiro, pato, porco e derivados, vitela, mexilhões, lagostim, salmão defumado, caviar, ostra, lagosta, camarão, caranguejo, creme de leite, sorvete, leite magro e integral, manteiga, requeijão, caqui, carambola, coco, repolho, tomate, inhame, batata, beringela, batata doce, creme e germe6 de trigo, farinha de trigo integral, pão preto, pão integral, farinha branca, granola, alcaparras, gelatina pura, pimenta em grão, vinagre, cerveja, licor, chá preto, refrigerante.
  • As pessoas com o sangue4 Tipo B toleram uma dieta mais variada. Podem se alimentar de carnes de carneiro, cordeiro, coelho, veado, bacalhau, salmão, linguado, badejo, caviar, sardinha, iogurte, mussarela, coalhada, leite, queijos, ovos, ricota, abacaxi, bananas, mamão, uvas, ameixas, batata doce, cenoura, beringela, inhame, beterraba, brócolis, couve, repolho, arroz integral, aveia integral, gengibre, salsa, açafrão, hortelã, pimenta, ginseng, gengibre, sálvia e devem evitar carnes de frango, pato, porco, presunto, lagosta, camarão, anchova, caranguejo, polvo, ostra, mexilhão, queijo fundido e roquefort, sorvete com leite, caqui, carambola, coco, alcachofra, azeitonas, tomate, broto de feijão, milho verde, farinha de trigo, milho, centeio, canela, maisena, pimenta branca e do reino, gelatina pura, refrigerantes e bebidas destiladas.
  • As pessoas com o sangue4 Tipo AB necessitam de uma dieta equilibrada contendo um pouco de tudo. São permitidas carnes de carneiro, coelho, cordeiro e peru, atum, bacalhau, cavala, sardinha, garoupa, truta, coalhada, iogurte, mussarela, ricota, queijo cottage, abacaxi, ameixa, cereja, figo, limão, kiwi, uva, framboesa, aipo, alho, beterraba, beringela, brócolis, couve-flor, pepino, arroz, farinha de centeio, de trigo, aveia, curry, gengibre, camomila e são prescritos carnes bovina, frango, porco, presunto e vitela, anchova, camarão, caranguejo, lagosta, linguado, ostra, mexilhão, siri, leite integral, creme de leite, queijo parmesão, brie, provolone, roquefort, manteiga, banana, caqui, goiaba, laranja, manga, alcachofra, milho verde, nabo, pimentão, rabanete, farinha de cevada, de milho, trigo sarraceno, cereais matinais, amido de milho, alcaparras, tapioca, vinagre, mel de milho, anis, maisena, malte de cevada, pimenta do reino e vermelha.
ABCMED, 2014. Dieta dos tipos sanguíneos: o que é? Como é? Quais as vantagens e as desvantagens? Como fazer?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/obesidade/541227/dieta-dos-tipos-sanguineos-o-que-e-como-e-quais-as-vantagens-e-as-desvantagens-como-fazer.htm>. Acesso em: 22 ago. 2019.
Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

Complementos

1 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
2 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
3 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
4 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
5 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
6 Germe: Organismo microscópico (vírus, bactérias, parasitas unicelulares, fungos) capaz de produzir doenças no homem e outros animais.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Tem alguma dúvida sobre Endocrinologia E Metabologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.